História(s) do Presente: Os mundos que o passado nos deixou

FaceBook  Twitter  

 

 

Autores: Miguel Bandeira Jerónimo e José Pedro Monteiro
Género: História de Portugal
Edição: Fev/2020
Páginas: 336
ISBN: 9789896715366
Editora: Tinta da China

 

 


Uma incursão no passado para interpretar [com rigor] o presente

12 ensaios + 12 entrevistas a reputados especialistas internacionais sobre eventos históricos marcantes que deitam luz sobre a actualidade. A crise dos refugiados, o racismo, a globalização da economia, os nacionalismos, o uso do véu islâmico, as fake news, entre muitos outros temas fracturantes, têm gerado um debate público aceso, mas nem sempre bem informado.

Sem pretender ensinar «lições de história», antes convidando a um olhar retrospectivo que ajude o leitor a tentar perceber como aqui chegámos, Miguel Bandeira Jerónimo e José Pedro Monteiro apresentam esta versão desenvolvida da série com o mesmo nome publicada no jornal Público: «dos campos de concentração à emergência de um discurso dos direitos humanos, da afirmação do desenvolvimento» como categoria política às políticas do medo e da histeria colectiva organizada. O objectivo deste volume é encontrar no passado as pistas para imaginar um futuro menos sombrio, menos desigual e menos violento.

Autor:

Miguel Bandeira Jerónimo é investigador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. A sua pesquisa centra-se na história global e comparada do imperialismo e do colonialismo. Em 2010, publicou Livros Brancos, Almas Negras: A «Missão Civilizadora» do Colonialismo Português, c. 1870-1930. Em 2012, publicou A Diplomacia do Imperialismo. Política e Religião na Partilha de África (1820-1890) e editou O Império Colonial em Questão. Em 2015, co-editou The Ends of European Colonial Empires e Os Passados do Presente: Internacionalismo, Imperialismo e a Construção do Mundo Contemporâneo, e publicou ainda The «Civilizing Mission» of Portuguese Colonialism (c. 1870-1930). Em 2017, co-editou Internationalism, Imperialism and the Formation of the Contemporary World. Em 2019 e 2020, co-editou Resistance and Colonialism: Insurgent Peoples in World History e Education and ola . Coordena o projecto internacional «Worlds of (Under) Development: Processes and Legacies of the Portuguese Colonial Empire in a Comparative Perspective (1945-1975)». É co-editor das colecções História & Sociedade, nas Edições 70, e The Portuguese Speaking World: Its History, Politics and Culture, na Sussex Academic (Reino Unido).

Autor:

José Pedro Monteiro é investigador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, tendo-se doutorado em História no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. No seu trabalho de investigação, tem vindo a estudar, de forma cruzada, os domínios da história internacional e da história imperial e colonial.
Tem, ao longo dos anos, publicado livros e artigos sobre estes temas. Entre outros, em 2017, co-editou Internationalism, Imperialism and the Formation of the Contemporary World e, em 2018, publicou Portugal e a Questão do Trabalho Forçado: Um Império sob Escrutínio (1944-1962). Em breve, será lançada a sua monografia The Internationalisation of the «Native» Labour Question in Portuguese Late Colonialism (1945-1965).
Foi um dos comissários da exposição «O Direito sobre Si Mesmo: 150 Anos da Abolição da Escravatura no Império Português», que esteve patente na Assembleia da República em 2019.

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Pão de Açúcar
    Faz agora em fevereiro catorze anos que se deu um acontecimento que apaixonou o País e deixou os ...
  • 02.02.2020 22:44
  • Budapeste
    Este livro fala de uma profissão que muitos podem considerar ficção, mas é muito real e mais vulgar do ...
  • 18.01.2020 23:22
  • A Luz de Pequim
    Apesar de ter vários livros do autor na estante, ainda não tinha tido a oportunidade de ler qualquer ...
  • 15.01.2020 13:56

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"O livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive."
Padre António Vieira