Irresistível Tentação

Autora: Jill Mansell
Editora: Chá das Cinco
Páginas: 384

 


Com Jill Mansell, o amor está sempre ao virar da esquina, com muitas surpresas e grandes doses de sentido de humor.

Quando Nadia Kinsella conhece o charmoso Jay Tiernan sente-se tentada. Retidos numa casa remota durante uma tempestade de neve, temos de admitir, nunca ninguém descobriria, certo?

Mas Nadia há muito que encontrou o amor da sua vida. Chama-se Laurie, estão juntos desde sempre e Nadia ainda sente borboletas no estômago quando o vê. Bem, é verdade que não o tem visto muito nos últimos tempos, mas isso nem é culpa do Laurie. E ela não o pode trair! Para além do mais, quando se pertence a uma família como os Kinsellas, onde cada um é mais irresponsável do que o outro, alguém tem de dar o exemplo e resistir às tentações, não é? Afinal, não queremos fazer algo de que mais tarde nos arrependamos. Ou será que queremos?

Leia aqui os primeiros 14 capítulos.

Autor – Jill Mansell

Autora:

Jill Mansell vive com o seu companheiro e os seus filhos em Bristol e é escritora a tempo inteiro. Bem… isso não é inteiramente verdade: ela vê televisão, gosta de comer fruta, admira os jogadores de rugby que treinam no campo desportivo atrás da sua casa, e passa horas na internet maravilhada com o facto de tantos escritores terem blogues. Com uma vida movimentada, só quando é obrigada a ficar em casa é que de facto escreve. Os seus livros são já bestsellers e já venderam mais de três milhões de cópias.

Saiba mais sobre a autora em www.jillmansell.co.uk

4 comentários
0 likes
Anterior: Deus e Eu conversamos todos os diasSeguinte: Ingredientes para o Amor

Comments

  • Catia Silva

    Fevereiro 1, 2010 at 11:58
    Reply

    A minha opinião:Eu gosto muito deste género de comédia - romântica, e fiquei fã de mais uma escritora ;-).O livro muito bem escrito, que nos leva a rir que nem loucas, em qualquer lugar onde nos encontramos... a mim aconteceu-me várias vezes durante o meu percurso de Setúbal-Montijo-Setúbal!!Mas onde eu me parti mesmo a rir foi no final do livro... mesmo no último parágrafo!!! Terminou mesmo muito bem :-)

  • Júlia

    Novembro 30, 2009 at 19:53
    Reply

    Mais um livro desta autora que nos faz passar um bom bocado, apesar de eu não conseguir ser fã.Neste livro a autora fala-nos de uma familia um pouco diferente.Clare e Nadia são duas meias irmãs de Tilly, que foram "abandonadas" na casa da avó paterna, assim como o pai, pela mãe que cada vez que aparece para as ver tem um namorado novo e consegue dizer tudo o que lhe vem a cabeça sem pensar.Clare descobre como é ser usada pela pessoa que se gosta que era o que ela fazia, ou seja, virou-se o feitiço contra o feiticeiro.Nadia, separada […] Ler Mais...Mais um livro desta autora que nos faz passar um bom bocado, apesar de eu não conseguir ser fã.Neste livro a autora fala-nos de uma familia um pouco diferente.Clare e Nadia são duas meias irmãs de Tilly, que foram "abandonadas" na casa da avó paterna, assim como o pai, pela mãe que cada vez que aparece para as ver tem um namorado novo e consegue dizer tudo o que lhe vem a cabeça sem pensar.Clare descobre como é ser usada pela pessoa que se gosta que era o que ela fazia, ou seja, virou-se o feitiço contra o feiticeiro.Nadia, separada dolorosamente do namorado Laurie, não se decide quando ele volta, em relação a Jay, o seu patrão, por quem ela ultimamente tem suspirado e feito difícil.Tilly descobre o amor assim como o seu pai que já há mais de 20 anos não saía com ninguém. Gostei muito da cena do jantar dos patrões em que a dona da casa fez lembrar a Annie a avó da barbie lol, corpinho de barbie mas com plásticas.Mas é com um mistério da avó Mirriam que eu fiquei intrigada. Ela esconde algo de terrível...que ninguém imagina e com isso consegue superar outro problema.Uma leitura divertida! Read Less

  • fernanda carvalho

    Novembro 1, 2009 at 18:48
    Reply

    Quem não gosta de ver uma boa comédia romântica? (Estou a falar de filmes, e sim, esta é uma pergunta principalmente para as meninas!!) Quem não se lembra da namoradinha da América, a doce Meg Ryan? Dos filmes com Billy Christal ou Tom Hanks? As comédias românticas são filmes que nos fazem rir, nos fazem chorar, e nos fazem o coração mais leve. Um dos últimos que me lembro ter tido esse efeito em mim foi “O Amor Acontece”, com um elenco fantástico e uma confusão de histórias entrelaçadas, com um ponto em comum – o amor, os diversos tipos […] Ler Mais...Quem não gosta de ver uma boa comédia romântica? (Estou a falar de filmes, e sim, esta é uma pergunta principalmente para as meninas!!) Quem não se lembra da namoradinha da América, a doce Meg Ryan? Dos filmes com Billy Christal ou Tom Hanks? As comédias românticas são filmes que nos fazem rir, nos fazem chorar, e nos fazem o coração mais leve. Um dos últimos que me lembro ter tido esse efeito em mim foi “O Amor Acontece”, com um elenco fantástico e uma confusão de histórias entrelaçadas, com um ponto em comum – o amor, os diversos tipos de amor.Pois foi exactamente algo assim que encontrei neste livro! Quase podia jurar que ía encontrar o Hugh Grant ,o Colin Firth ou a Keira Knightley ao virar da página.“Irresistível Tentação” parece-me ter um óptimo potencial para ser adaptado ao grande écran. Eu sem dúvida não iria perder um filme assim! Ao contrário do que a simples sinopse dá a entender, esta história é muito mais que uma história sobre tentações. Esta história baseia-se numa família, talvez um pouco fora do comum e algo louca, mas sem dúvida muito coesa. Nádia e Clare são duas irmãs de vinte e poucos anos que vivem com o pai e a avó. Com elas vive também a sua meia-irmã de treze anos, Tilly – filha da mesma mãe que as “abandonou” a todas, mas que de vez em quando aparece para uma visita com o seu namorado mais recente. Esta é a receita certa para a confusão!É mesmo uma história muito gira, contada a um ritmo alucinante, mas que nos faz pensar nas prioridades da vida ao mesmo tempo que nos divertimos com as peripécias mirabolantes daquela família.A única coisa que me pareceu completamente errada foi a linguagem da avó. Falava “à tia”, tratando todos por “você”, incluindo netas, filho e amigos. Isso para mim foi um grande erro da parte do tradutor ou da editora (não sei quem o decidiu), mas aconselhava-os a rever essa situação em próximas edições. A avó não era nada assim! Era uma pessoa espectacular, muito jovem de espírito e com um carinho enorme pela sua família. Nada do género “A menina ’tá a ver?”!!De resto, estão todos bem retratados. Incluindo o papagaio. :PDiverti-me imenso! É um excelente livro para desanuviar a cabeça dos problemas do dia-a-dia. Read Less

  • sonia areia

    Outubro 18, 2009 at 22:31
    Reply

    Irresistivel TentaçãoComo o titulo, este livro é uma irresistível tentação. Não se consegue parar de ler.Um romance como só a Jill Mansell nos habituou, alegre e divertido. Ao longo da história dei umas boas gargalhadas. A autora criou um enredo onde nos conta a história de uma família com as suas frustrações, confusões, desencontros e amores.Imperdível.

Comentar