Laura e Julio

 

 

 

Autor: Juan José Millás
Edição: 2007
Páginas: 152
ISBN: 9789725647981
Editora: Quetzal

 

Recém-separado, Julio decide ocupar em segredo o andar vazio de um vizinho. Ao fazê-lo, irá gradualmente apropriar-se do universo do outro: das suas roupas, dos seus costumes, da sua visão do mundo, e da relação secreta que ele mantinha com a sua ex-mulher. Julio descobre uma nova vida, na qual a impostura se transforma numa nova consciência, que o fará encontrar a sua verdadeira identidade. O misto de estranheza e lucidez com que Julio vive a sua metamorfose, constitui o cerne desta história intensa e circular até ao mais ínfimo detalhe.

Em Laura e Julio, Millás retoma o registo narrativo do início da sua carreira, enriquecendo-o com o engenho e a surpresa das obras posteriores. Referência indiscutível do jornalismo literário e criador de novas formas de narrar, Millás é um dos mais notáveis romancistas espanhóis dos nossos tempo.

Autor – Juan José Millás

Autor:

Juan José Millás nasceu em Valência em 1946, mas cedo mudou para Madrid onde tem passado a maior parte da sua vida. Frequentou o curso de Filosofia e Letras, que veio a abandonar, desiludido com as limitações franquistas, dedicando-se a uma carreira administrativa que lhe proporcionasse tempo para escrever. É autor de romances como A Desordem do teu Nome, Assim Era a Solidão, Duas Mulheres em Praga e Laura e Júlio, entre outras, que o consagraram como um dos grandes escritores da actualidade.
Desde as suas primeiras publicações, foi reconhecido pelo público e pela crítica, destacando-se os prémios Sésamo, Nadal e Primavera. A sua obra narrativa está traduzida em vinte e três línguas.
É já na maturidade que Juan José Millás se dedica ao jornalismo. Cronista regular do diário El País, autor de reportagens e artigos em vários jornais, a sua prosa jornalística, várias vezes premiada, criou tantos apaixonados como a sua literatura. Numa escrita sempre psicanalítica e profunda, mas também viva na criação de ambientes, o autor criou uma obra ímpar, galardoada com o Prémio Planeta 2007 e o Prémio Nacional da Narrativa 2008.

1 comentários
0 likes
Anterior: O Amante AlbanêsSeguinte: Má Sorte

Comentários

  • Fátima Rodrigues

    Dezembro 15, 2008 às 12:37
    Responder

    Este livro não me atraiu nada, tanto foi que nem o acabei de ler.Achei a acção muito parada, o enredo muito deprimente e sombrio e sem nada que me prendesse a atenção ou me cativasse.

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados