Lenguluka – Crónica de um amor a grande velocidade

Autor: Onofre dos Santos
Género: Romance
Edição: Jun/2019
Páginas: 128
ISBN: 9789897024788
Editora: Guerra & Paz

 

 

Num futuro imaginário, milhões de pessoas oriundas das ex-colónias vivem em Portugal. Organizadas em comunidades étnicas autónomas, com dirigentes próprios, fazem de Lisboa e da outra margem um mundo agitado, de cheiros e cores multiculturais, quase um Blade Runner português.
A convivência é pacífica, mas os velhos ressentimentos coloniais surgem ao menor percalço. Eis que Nelson Cangombe, jovem angolano, vê a namorada, Teresinha, de origem cabo-verdiana, trocá-lo por Tomás Silveira, professor português.

Ferido na virilidade, Nelson mobiliza as novas comunidades contra o português. De Lisboa à Caparica, este triângulo amoroso incendeia tudo. Os dirigentes negoceiam e têm de assumir responsabilidades. No meio da batalha, circula Lenguluka, a combie de Luís Sakulanda, o taxista angolano que leva, imparável, passageiros de todas as origens de uma margem à outra do rio.
A escrita elegante de Onofre dos Santos faz do futuro o espelho do nosso presente, espelho das nossas angústias pós-coloniais, dos velhos e novos racismos, dos espartilhos politicamente correctos.

Autor – Onofre dos Santos

Autor:

Onofre dos Santos nasceu em Angola e viveu o período de transição de um país colonial para o país independente que hoje é. Sobre essa experiência, escreveu o livro Os (Meus) Dias da Independência. Em 1992, desempenhou o cargo de diretor-geral das Eleições. Em sequência, publicou Eleições Angolanas 1992 – Uma Lição para o Futuro e Eleições em Tempo de Cólera, reunindo crónicas semanais escritas a partir de países onde trabalhou na organização de processos eleitorais. Presentemente, é juiz-conselheiro jubilado do Tribunal Constitucional de Angola. Publicou ainda livros de contos e de histórias curtas, como O Conto da Sereia, O Astrónomo de Herodes, O Gosto Amargo do Quinino, Memórias de Um Dark Horse e o romance histórico Descompasso – Angola 1962.

0 comentários
0 likes
Anterior: Pimenta Da índiaSeguinte: Quero, posso e mudo de carreira – Apresentação na FLL

Comentar