Mil e Um Fantasmas

 

 

  

 

Autor: Alexandre Dumas
Editora: Bico de Pena
Código: 978-989-621-076-2
Última Edição: Fevereiro 2009
N.º de Páginas: 152
Encadernação: Capa mole
Dimensões: 15 × 23

Colecção «Pena de Corvo»

Mil e Um Fantasmas é uma das raras obras de Dumas dedicada ao fantástico, ao terror e ao sobrenatural. Através de uma original estrutura narrativa, encaixa diversas histórias separadas. Durante um dia de caça em Fontenay-aux-Roses, Alexandre Dumas testemunha uma horrível tragédia: um homem que assassinara a mulher acaba de se entregar à polícia. Está aterrorizado: depois de decapitar a mulher com um sabre, a sua cabeça rolou na direcção dele e acusou-o. Nessa noite, Dumas é convidado pelo presidente da câmara para jantar. Devido aos acontecimentos do dia, cada um dos convivas relata uma história – cada uma mais aterradora que a anterior – acerca de acontecimentos inexplicáveis ou de natureza sobrenatural. Entre histórias de fantasmas, vampiros, espíritos vingativos e maldições eternas, uma suspeita prende-se à mente do leitor: os mortos podem caminhar entre os vivos…

Sobre o Autor:

Alexandre Dumas (1802-1870) foi um dos exponentes máximos do romantismo literário e um dos autores franceses mais consagrados de todos os tempos. Autor profícuo (escreveu, sozinho e em colaboração, mais de 300 livros), foi criador de romances imortais como Os Três Mosqueteiros, A Rainha Margot, O Conde de Monte-Cristo, O Colar da Rainha e O Homem da Máscara de Ferro.

5 comentários
0 likes
Anterior: A Fotografia do MortoSeguinte: Nunca Te Perdi

Comentários

  • Lígia Teixeira

    Maio 27, 2009 às 0:24
    Responder

    Quanto a este livrinho, sim porque é uma pequena preciosidade, gostei muito de voltar a um autor clássico e descobrir-lhe uma nova faceta literária, num género que provavelmente na sua época seria considerado menor, mas nem por isso se denota que seja uma obra de um Alexandre Dumas "menor". Bem escritas, como seria de esperar, gostei das histórias "vivenciadas" e partilhadas, mas tenho de facto de destacar "A História da Dama Pálida", a minha preferida.

  • Sandra

    Abril 13, 2009 às 20:27
    Responder

    É um livro que me deu algum prazer, principalmente nos últimos contos "A bracelete de cabelos" e "A história da Dama Pálida".

  • Maria João

    Março 21, 2009 às 14:22
    Responder

    Quando li a sinopse pensei que o livro me iria envolver mais, principalmente tendo em conta o autor que escreveu algumas das melhores obras de sempre. Infelizmente não gostei assim tanto. As histórias tornam-se esquisitas de tão inverossímeis que são.

  • Sebastião Barata

    Março 5, 2009 às 0:35
    Responder

    Agradáveis arrepios"Mil e um fantasmas" faz lembrar "Mil e uma noites". As personagens, qual Xerazade, passam um serão à volta da mesa a contar histórias de fantasmas e vampiros, cada qual mais inverosímil e estranha do que a anterior, mas que elas afirmam serem verídicas e terem ocorrido consigo próprias. É um livrinho delicioso, que se lê rapidamente, ainda por cima escrito pelo grande Alexandre Dumas, autor de obras primas da literatura mundial, como Os Três Mosqueteiros, O Conde de Monte-Cristo ou O Homem da Máscara de Ferro.

  • Fátima Rodrigues

    Fevereiro 12, 2009 às 14:26
    Responder

    Ele estará à venda em todas as livrarias brevemente, mais uma semaninha e já o pode encontrar à venda.

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados
Tópicos recentes