Não Posso Ser Quem Somos? – Identidades e Estratégia Política da Esquerda

Autores: Andrea Peniche, Bruno Sena Martins, Cristina Roldão e Francisco Louçã
Género: Política
Edição: Set/2020
Páginas: 248
ISBN: 9789722540360
Editora: Bertrand

 

 

Quando festejou a surpreendente vitória de Trump, o seu ideólogo e diretor de campanha, Steve Bannon, terá afirmado «quero que [eles] falem de antirracismo todos os dias. Se a esquerda está focada em raça e identidade e nós avançamos com o nacionalismo económico, esmagamo-los». Desde então, esta é uma discussão acesa: será que Bannon tem razão (e deve, então, a esquerda abdicar da defesa dos direitos sociais) e a direita ganhará sempre se instrumentalizar os nacionalismos imperiais e as religiões?
Em resposta a essas questões, neste livro discutimos vários processos de identificação, individual e social. Mostramos como se constroem à direita o discurso e as práticas do ódio, ou como estabelece o medo como norma social. Verificamos que a direita se radicalizou no tempo de Trump e de Bolsonaro por ser obsessivamente identitarista.
E discutimos como a democracia deve responder a este autoritarismo galopante, reconhecendo as identidades como experiência da diferença e como afirmação de direitos, mas não deixando de se bater também por uma política que constitua uma resposta inclusiva e universal, promovendo a distribuição social contra a desigualdade social e económica.
Assim, o livro defende que o modo de enfrentar o trumpismo é a conjugação entre reconhecimento de identidades que exprimem a vida de comunidades e uma alternativa socialista clara.
Baseando-se na experiência e debates dos movimentos feminista e antirracista, bem como de movimentos sociais das últimas décadas, os autores desafiam a maldição de Bannon e apontam caminhos para uma sociedade em que posso ser quem sou e podemos ser quem somos.

De Bruno Sena Martins no Segredo dos Livros:
Quem Precisa dos Direitos Humanos? (coautoria)
As Voltas do Passado: A Guerra Colonial e as Lutas de Libertação (coautoria)

De Francisco Louçã no Segredo dos Livros:
Os Donos Angolanos de Portugal (coautoria)
As Classes Médias em Portugal – Quem são e como vivem (coautoria)

Andrea Peniche

Andrea Peniche é licenciada em Filosofia e mestre em Estudos de Género pela Universidade do Porto. É autora do livro Elas somos nós. O direito ao aborto como reivindicação democrática e cidadã (2007), participando também em diversas obras em coautoria. É ativista no coletivo feminista A Coletiva, dedicando-se à construção da corrente feminista anticapitalista.

Autor – Bruno Sena Martins

Autor:

Bruno Sena Martins é investigador e vice-presidente do conselho científico do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. É co-coordenador do programa de doutoramento «Human Rights in Contemporary Societies», e docente no programa de doutoramento em «Pós-colonialismos e cidadania global». Os seus temas de investigação são o corpo, a deficiência, o colonialismo, a memória social e os direitos humanos.

Cristina Roldão

Cristina Roldão é socióloga, investigadora no CIES-IUL e professora da ESE-IPS. Tem participado no debate público sobre o racismo em Portugal e investigado as desigualdades perante a escola e os processos de exclusão e racismo que atingem os afrodescendentes. É coautora do livro Caminhos escolares de jovens africanos que acedem ao ensino superior e foi membro do Grupo de Trabalho para as Questões Étnico-Raciais – Censos 2021.

Autor – Francisco Louçã

Autor:

Francisco Louçã é economista e professor universitário, e é coautor de Os Burgueses (2014), As Classes Populares (2017), Sombras (2017) e as Classes Médias (2019), entre outros.

0 comentários
0 likes
Anterior: HolocaustoSeguinte: O Senhor Silêncio

Comentar