Nas Asas do Amor

 

 

 

  

Autora: Sarah Sundin
Edição: Fev/2012
Páginas: 456
ISBN: 9789898228741   
Editora: Quinta Essência

 

 

Allie nunca foi suficientemente bonita para agradar à sua deslumbrante mãe, por isso fará qualquer coisa para ter a sua aprovação: até casar com um homem que não ama. Enquanto Allie quase se resigna ao seu destino, o tenente Walter Novak – destemido na cabina de pilotagem, mas sem jeito para as mulheres – vai a casa na sua última licença antes de ser enviado para a Europa, combater pela Royal Air Force durante a Segunda Guerra Mundial.

Walt e Allie conhecem-se e o seu amor pela música junta-os, fazendo-os começar uma correspondência que mudará as suas vidas. Enquanto as cartas vão e vêm entre a base de bombardeiros de Walt, em Inglaterra, e a mansão de Allie, a amizade que cresce entre os dois une-os. Mas serão eles capazes de resolver os segredos, compromissos e expetativas que os separaram? 

Nas Asas do Amor é  o primeiro livro da série «Asas de Glória».

Autor – Sarah Sundin

Autora:

Sarah Sundin é farmacêutica hospitalar e vive no norte da Califórnia com o marido e três filhos. O seu tio-avô voou com a Oitava Força Aérea dos EUA em Inglaterra. Sarah tem um bacharel em Química pela UCLA e um doutoramento em Farmácia pela Universidade de São Francisco. É autora da popular séries Asas de Glória, publicada pela Quinta Essência.

Para mais informações visite www.sarahsundin.com

6 comentários
0 likes
Anterior: O Sabor da TentaçãoSeguinte: Obsessão

Comentários

  • Sónia

    Agosto 7, 2013 às 10:55
    Responder

    Sempre que encontro um livro que se debruce sobre a Segunda Guerra Mundial, fico com curiosidade para ler, pois é temática que me agrada sobremaneira. Fundamentalmente, foi esse o motivo que me fez querer ler este livro. E também tanta opinião positiva que li por "aí", confesso. No entanto, e como não somos todos iguais, este livro foi uma desilusão. Não desisti da sua leitura, porque, mesmo que veja que um livro não está a ser muito interessante, gosto de ver o que sairá dali...Romance demasiado delicodoce, em que os pormenores sobre aviação aparecem em demasia, assim como o fanatismo […] Ler Mais...Sempre que encontro um livro que se debruce sobre a Segunda Guerra Mundial, fico com curiosidade para ler, pois é temática que me agrada sobremaneira. Fundamentalmente, foi esse o motivo que me fez querer ler este livro. E também tanta opinião positiva que li por "aí", confesso. No entanto, e como não somos todos iguais, este livro foi uma desilusão. Não desisti da sua leitura, porque, mesmo que veja que um livro não está a ser muito interessante, gosto de ver o que sairá dali...Romance demasiado delicodoce, em que os pormenores sobre aviação aparecem em demasia, assim como o fanatismo religioso que é a rodos. Este último chega a enjoar... Se há coisa que me faz imensa confusão é o fanatismo religioso, seja qual for o credo. Sinceramente, supus que fosse (bem) melhor... Read Less

  • Helena

    Maio 30, 2012 às 21:58
    Responder

    Sacrifício, coragem e fé numa terna história de amor durante a Segunda Guerra Mundial.Diálogos divertidos e bem humorados, uma narrativa viva e ritmada, sem recurso a demasiadas ou extensas descrições, fazem deste romance uma aprazível e prazeirosa leitura que conforta e acalenta almas sonhadoras e apaixonadas. Um encontro casual, atração mútua, empatia e sintonia dão origem a uma maravilhosa amizade que se desenvolve por cartas regulares e constantes entre o desajeitado e nervoso tenente Walter Novake e Allegra Miller, filha única e obediente de uma família rica e privilegiada.Rapidamente ambos percebem que estão apaixonados e, sem o admitirem, vários desencontros […] Ler Mais...Sacrifício, coragem e fé numa terna história de amor durante a Segunda Guerra Mundial.Diálogos divertidos e bem humorados, uma narrativa viva e ritmada, sem recurso a demasiadas ou extensas descrições, fazem deste romance uma aprazível e prazeirosa leitura que conforta e acalenta almas sonhadoras e apaixonadas. Um encontro casual, atração mútua, empatia e sintonia dão origem a uma maravilhosa amizade que se desenvolve por cartas regulares e constantes entre o desajeitado e nervoso tenente Walter Novake e Allegra Miller, filha única e obediente de uma família rica e privilegiada.Rapidamente ambos percebem que estão apaixonados e, sem o admitirem, vários desencontros e equívocos se dão, até que... Grandes histórias de amor reais aconteceram por correspondência, em condições tão difíceis que colocavam à prova o sentimento que os unia.As minhas expectativas eram baixas, mas fui seduzida pela doçura de Allie e valentia / liderança do Pregador. Read Less

  • Vera Mouta

    Maio 14, 2012 às 17:56
    Responder

    Este é o primeiro livro da autora a ser publicado em Portugal e também o primeiro de uma série de três livros, respeitantes aos irmãos Novak.Este livro conta-nos a história de Walt Novak, um piloto na Segunda Guerra Mundial que vai apaixonar-se e trocar correspondência com uma rapariga chamada Allie. Gostei imenso deste livro. Cativou-me pela simplicidade da história, pelas personagens que a autora criou, com as suas inseguranças e dúvidas, pelo retrato que faz da Segunda Guerra Mundial não ser maçador e pela bonita história de amor que irá surgir.Adorei a interação entre o Walt e a Allie, o […] Ler Mais...Este é o primeiro livro da autora a ser publicado em Portugal e também o primeiro de uma série de três livros, respeitantes aos irmãos Novak.Este livro conta-nos a história de Walt Novak, um piloto na Segunda Guerra Mundial que vai apaixonar-se e trocar correspondência com uma rapariga chamada Allie. Gostei imenso deste livro. Cativou-me pela simplicidade da história, pelas personagens que a autora criou, com as suas inseguranças e dúvidas, pelo retrato que faz da Segunda Guerra Mundial não ser maçador e pela bonita história de amor que irá surgir.Adorei a interação entre o Walt e a Allie, o facto dele brincar com ela, de querer estar o mais possível à sua beira; gostei do crescimento da Allie ao longo do livro e de a ver soltar as amarras que tinha com a família. Apesar de não ter gostado da atitude dos pais dela, gostei também da camaradagem que havia entre os membros da equipa do Walt, bem como dos seus amigos da terra.Sem dúvida que vou querer ler os restantes livros sobre os irmãos Jack e Ray, e saber como eles se irão apaixonar. Gostava também de saber mais sobre como este relacionamento acabou, ver como evoluiu.Uma bonita história de amor que nos aquece o coração. Read Less

  • PCCST

    Abril 3, 2012 às 16:58
    Responder

    Sabem, aqueles livros que têm todos os ingredientes para dar certo? "Nas Asas do Amor" é um deles.Começando pela sua belíssima capa, mostra-nos um romance comprometedor, passado numa época difícil da história e, não menos importante, os aviões, que adoro, são tema principal neste livro. As personagens principais, Allie e Walt, cativaram-me desde o primeiro momento, desde que se conheceram. O facto de serem um amor proibido e as várias cartas que trocaram ao longo de um ano, fizeram-me sofrer até ao fim. Com uma escrita mais do que viciante, li-o numa rajada, sempre na esperança de conseguir saber um […] Ler Mais...Sabem, aqueles livros que têm todos os ingredientes para dar certo? "Nas Asas do Amor" é um deles.Começando pela sua belíssima capa, mostra-nos um romance comprometedor, passado numa época difícil da história e, não menos importante, os aviões, que adoro, são tema principal neste livro. As personagens principais, Allie e Walt, cativaram-me desde o primeiro momento, desde que se conheceram. O facto de serem um amor proibido e as várias cartas que trocaram ao longo de um ano, fizeram-me sofrer até ao fim. Com uma escrita mais do que viciante, li-o numa rajada, sempre na esperança de conseguir saber um pouco mais. Achei este livro magnífico. Sendo o primeiro romance de Sarah Sundin, só tenho a agradecer o excelente livro que escreveu e os maravilhosos momentos que me proporcionou durante a sua leitura. Tendo este livro uma continuação, localizada igualmente durante a Segunda Guerra Mundial, é certo que estou mais do que ansiosa pelo seu lançamento. Mais do que aconselhada esta leitura. Fabulosa. Read Less

  • carla duque

    Fevereiro 29, 2012 às 15:03
    Responder

    É um livro que me surpreendeu pela positiva, não só pela história em si, mas também pela maneira como está escrito e pela construção das personagens.A autora, numa linguagem simples, ternurenta, com alguma compaixão e emotividade, conta-nos a estória de dois jovens que se conhecem numa viagem de comboio, iniciando uma ligação que vai crescendo na semana que passam juntos, graças ao casamento de uma amiga em comum. Ele é o filho mais novo, engenheiro, que luta na 2ª guerra mundial contra os nazis e que é considerado por todos como a "ovelha ranhosa". Ela uma jovem rica, submissa à […] Ler Mais...É um livro que me surpreendeu pela positiva, não só pela história em si, mas também pela maneira como está escrito e pela construção das personagens.A autora, numa linguagem simples, ternurenta, com alguma compaixão e emotividade, conta-nos a estória de dois jovens que se conhecem numa viagem de comboio, iniciando uma ligação que vai crescendo na semana que passam juntos, graças ao casamento de uma amiga em comum. Ele é o filho mais novo, engenheiro, que luta na 2ª guerra mundial contra os nazis e que é considerado por todos como a "ovelha ranhosa". Ela uma jovem rica, submissa à vontade dos pais e que está noiva. Como na vida real nem tudo corre bem, o jovem casal vai ter que ultrapassar várias situações e mal entendidos, mas no fim tudo acaba em bem. Construindo personagens muito reais, com sentimentos, dúvidas, imperfeições e inseguranças, vamo-nos familiarizando com elas e vamos simpatizando cada vez mais, acabamos até a torcer por elas. A estória desenrola-se a um bom ritmo, tendo algumas descrições de combates aéreos que estão muito bem feitas, pois quase que conseguimos visualizá-las como se estivéssemos no cinema.Um livro que se lê num ápice, onde o romance é rei, mas em que a autora não deixa de dar um toque de suspense (o final feliz não é de todo perceptível ao longo do livro).Para os amantes do romance, aconselho a leitura deste livro. Read Less

  • Joana Nunes

    Fevereiro 23, 2012 às 18:48
    Responder

    "Nas Asas do Amor" é o primeiro volume da saga "Asas de Glória" que nos é trazida pela mais romântica das editoras, a Quinta Essência. Trata-se de uma série de romances localizados temporalmente na Segunda Guerra Mundial, uma época que é importante para a autora devido à sua ascendência, tal como a mesma nos confidencia no início do livro.Este primeiro volume conta a estória de Allie Miller, uma jovem rica e privilegiada, cujo futuro já se encontra traçado, especialmente no que diz respeito à sua escolha (ou dos pais) de marido; e de Walt Novak, o mais novo dos três […] Ler Mais..."Nas Asas do Amor" é o primeiro volume da saga "Asas de Glória" que nos é trazida pela mais romântica das editoras, a Quinta Essência. Trata-se de uma série de romances localizados temporalmente na Segunda Guerra Mundial, uma época que é importante para a autora devido à sua ascendência, tal como a mesma nos confidencia no início do livro.Este primeiro volume conta a estória de Allie Miller, uma jovem rica e privilegiada, cujo futuro já se encontra traçado, especialmente no que diz respeito à sua escolha (ou dos pais) de marido; e de Walt Novak, o mais novo dos três Novak, mas não o menos corajoso, um engenheiro que arrisca a sua vida todos os dias como aviador, na luta contra os Nazis.Conhecem-se por um feliz acaso numa viagem de comboio e rapidamente criam uma ligação, ligação esta que cresce quando passam uma semana juntos, graças ao casamento de Betty.Allie e Walt vivem momentos inesquecíveis, mas o inevitável acontece: a realidade bate-lhes com força quando Allie regressa a casa e a Baxter, o seu namorado de longa data e futuro marido, e Walt regressa ao dever militar, participando em missões em Inglaterra, onde arrisca a sua vida e dos seus queridos companheiros.Como é normal na vida, nem sempre tudo corre bem e da forma como queremos, e Allie e Walt sofrem as amarguras das más decisões e das realidades inevitáveis com as quais se têm de conformar.456 páginas lidas como se fossem apenas 50, levando-me apenas cinco horas a lê-lo!A leitura cativou-me de tal forma que, assim que o iniciei, não o consegui pousar, levando a melhor sobre o sono!A escrita de Sarah Sundin é encantadora e enfeitiçadora, cativando o leitor pela sua simplicidade e ternura, compaixão e moralidade.Uma estória extremamente bem desenvolvida, com personagens bem estruturadas e extremamente interessantes, que levam o leitor a torcer por elas, ao longo de toda a trama.Embora seja um romance do qual todos esperamos um final feliz, a autora decide não nos facilitar a vida, cortando-nos a respiração com vários momentos de tensão, levando-nos do êxtase à desilusão; da alegria à tristeza."Nas Asas do Amor" suscita no leitor uma mescla de emoções que nos levam do desespero ao entusiasmo... das lágrimas ao sorriso.Allie e Walt são personagens que evidenciam a mestria e devoção de Sarah Sundin, com os seus bons caracteres; com os seus sentimentos e dúvidas reais; com as suas imperfeições humanas. São cativantes e inesquecíveis."Nas Asas do Amor" surpreendeu-me imenso e pela positiva, pois não esperava tal brilhantismo num romance situado na Segunda Grande Guerra, mas a verdade é que já não "vivia" um livro de forma tão emocionante há bastante tempo.Recomendo a todos os românticos e até aos mais cépticos, pois os finais felizes acontecem! Read Less

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados