O Azul da Baía

FaceBook  Twitter  

 

 

 

Autora: Nora Roberts
Editora: Edições Chá das Cinco
ISBN: 9789898032331
Ano de Edição: 2008
Páginas: 272

 

 

Quarto Volume de A Saga da Baía de Chesapeake
Seth chegou finalmente a casa. Depois de uma infância complicada com uma mãe toxicodependente, foi acolhido pela família Quinn e cresceu com três irmãos mais velhos que o protegeram e amaram. Agora, um homem feito e de regresso da Europa, Seth instala-se perto dos seus irmãos. O seu sonho? Uma casa branca, um barquinho na doca, uma cadeira de baloiço no alpendre e um cachorro a seus pés. Mas muita coisa mudou na pequena vila desde que Seth partiu para a Europa e a mais intrigante de todas é a presença da jovem Dru Banks.

Uma rapariga da cidade que abriu uma loja de flores junto ao mar. Em Seth ela vê um desafio a que não consegue resistir. Mas há uma tempestade no horizonte que vai testar esta relação aos limites.
Repleto de emocionantes momentos familiares, de muito romance e de um toque de tensão, O Azul da Baía é um livro maravilhoso que volta a confirmar Nora Roberts como a melhor escritora romântica da actualidade.

Autora:

Nora Roberts é uma das autoras mais lidas, acarinhadas e respeitadas do mundo. Com mais de 400 milhões de cópias vendidas em todo o mundo e cerca de 90 bestsellers na lista do New York Times, foi a primeira autora a ser convidada para o Romance Writers of America Hall of Fame. Nascida em Silver Spring, Maryland, Nora Roberts é a mais nova de cinco filhos e vive em Keedysville, onde continua a escrever. Sob o pseudónimo de J. D. Robb, é autora de Mortal, uma série cujo enredo policial se passa no futuro e tem atingido um êxito semelhante às suas histórias românticas.

Saiba mais sobre a autora em www.noraroberts.com

Visite o Clube Nora Roberts e seja uma fã da autora.

Comentários  

 
#4 Joana Caires 2009-10-08 10:42
Com este livro despeço-me desta maravilhosa saga... Lê-lo foi uma amálgama de emoções. Se por um lado, senti orgulho de Seth e dos irmãos por outro, não consegui evitar uma pontinha de tristeza por ter deixar esta família. A história de O Azul da Baía desenrola-se mais ou menos vinte anos depois dos acontecimentos registados no seu predecessor e retrata a vida de Seth. O último dos irmãos adoptados pela família Quinn. Apesar de um passado trágico, ele tornou-se num pintor de sucesso e é um homem feliz. Foi com estranheza e alguma alegria que constatei que o menino assustado e tímido tinha crescido.Os irmãos de Seth não mudaram nada. Cameron, apesar de já ser pai, continua a parecer um típico adolescente com a sua impetuosidade . Ethan continua a ser o mais calmo e paciente. E Phillip, o mais racional de todos. A personalidade de Seth é um espelho reflectindo um equilíbrio entre todas estas características . Mas, Seth vai ver a sua confiança abalada com o aparecimento da sua mãe biológica, Gloria. Como eu detesto esta mulher! Ao longo da história, descobrimos que Gloria andou a chantagear o filho durante anos. Ameaçou a integridade da família Quinn e Seth pagava-lhe somas avultadas de dinheiro para que ela desaparecesse.T odavia, ela voltava sempre... E ela volta mais uma vez e desta vez, além de usar os Quinn como arma de arremesso vai utilizar Dru, o amor da vida de Seth. Esta chantagem irá corroê-lo por dentro e poderá destruir a relação que tem com seus irmãos.

Como os outros livros, é de leitura fácil. Tem alguma previsibilidade porém, a escrita de Nora Roberts continua a ter o seu encanto. Dá para dar umas boas gargalhadas e também dá para ficar de coração apertado. Vou sentir tantas saudades desta família de loucos... Do humor acutilante de Cameron e das suas discussões constantes com Anna, da paciência e da ternura de Ethan e Grace, da desenvoltura da Aubrey, dos raciocínios rápidos e precisos de Phillip e Sybill e da teimosia de Seth e de Dru. Uma saga onde o valor da família é muito bem explorado.Ao ler esta saga, é uma frase que fica: "Quem se mete com um Quinn, mete-se com todos!". Pois, eu digo: quem gosta de um Quinn, gosta de todos!...
 
 
#3 Júlia 2009-07-21 16:39
Esta foi a 1ª saga que li desta autora e se não tivesse lido já outras coisas dela não sei se iria ler mais.
É gira mas muito morna para mim, ela tem muito melhor.
 
 
#2 Maria Odete Samarão Nogueira 2009-07-01 16:41
Para mim o melhor livro da saga. Ver no que se tornou um puto que de não ter nada conseguiu conquistar o mundo com a apoio incondicional da sua familia
 
 
#1 Fátima Rodrigues 2008-12-10 22:08
Mais um excelente livro desta senhora. Sem dúvida que este e o 1º volume da saga são os meus preferidos.
Adorei!
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • 25 de Abril, Corte e Costura
    Este livro é exatamente o que eu esperava dele: uma sucessão de quadros em que se ridiculariza a ...
  • 28.04.2019 21:03
  • A Aluna Americana
    Este é o mais recente romance de João Pedro Marques, autor de, entre outros, "Uma Fazenda em África" ...
  • 25.04.2019 20:42
  • O Último Cabalista de Lisboa
    Consegui, finalmente, ler este livro que foi o primeiro romance de Richard Zimler. Publicado em 1996 ...
  • 07.04.2019 23:56

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

Descobri que a leitura é uma forma servil de sonhar. Se tenho de sonhar, porque não sonhar os meus próprios sonhos?"
Fernando Pessoa