O Coleccionador de Sons


 

 

 

Autor: Fernando Trías de Bes
Edição: 2008
Páginas: 272
ISBN: 9789720041333
Editora: Porto Editora

 

Para ler o 1º Capítulo, clique aqui.

Desde pequeno, Ludwig Schmitt von Carlsburg tem a assombrosa capacidade de dissecar os sons e albergá-los dentro de si.
Durante a infância dedica-se a coleccioná-los, mas quando crê que a sua colecção já está terminada, descobre que lhe falta um som, uma frequência única, a mais ansiada, um som perfeito, celestial, mágico e eterno. Dedicará então todas as suas energias a perscrutar os sons da Terra em busca do último som da sua colecção. Pelo caminho descobre que consegue cantar as sonoridades que guardou, convertendo-se no mais genial dos tenores da Alemanha. Mas o seu dom esconde uma maldição.
Um thriller assustador, impregnado de romantismo e paixão, cuja trama inquietante cativa o leitor, da primeira à última página.

Críticas de imprensa:
“O seu romance irradia uma elevada temperatura erótica.” El periodico de Catalunya

“… evocando obras como O Perfume, O Nome da Rosa e, sobretudo, a lenda de Tristão e Isolda, O Coleccionador de Sons trata o tema do amor sexual, do amor entre um homem e uma mulher, romanceando-os ao limite, já que aqui a paixão conduz à morte.” La Vanguardia

“A associação de uma personagem com um sentido humano extraordinariamente apurado e o uso desse dom para assassinar sistematicamente evoca Jean-Baptiste Grenouille, o protagonista de outro romance de êxito, de Patrick Süskind, O Perfume.” Diario Siglo XXI

Autor – Fernando Trías de Bes

Autor:

Fernando Trías de Bes é licenciado em Ciências Empresariais e tem um MBA pela Universidade do Michigan. Colabora regularmente com o jornal El País e com o suplemento Dinero, do jornal La Vanguardia. É autor de livros empresariais, romances e ensaios. As suas obras encontram-se traduzidas em várias línguas.

2 comentários
1 like
Anterior: Os Guerreiros de Posídon: O regresso da AtlântidaSeguinte: Começar de Novo (MFS)

Comentários

  • Ana Laureano

    Junho 17, 2011 às 18:06
    Responder

    Este livro é completamente lindo. É espectacular! Aconselho a todos.

  • Vanessa Montês

    Abril 2, 2011 às 12:28
    Responder

    Ludwig nasceu com um estranho dom: qualquer som que ouve, fica para sempre dentro da sua cabeça, sendo dissecado em diversos timbres e combinações! Cedo os seus pais descobrem este maravilhoso dom e, com a ajuda de um professor de canto que admite que não tem qualificações para ensinar tal talento, acaba por entrar numa escola privada, apenas para rapazes com vozes como a sua. É aí que conhece o seu primeiro grande amigo e confidente, um rapaz cujo dom não era tão grande como o seu, mas cuja natureza sincera, ingénua e muito trabalhadora o tornava único! Mas […] Ler Mais...Ludwig nasceu com um estranho dom: qualquer som que ouve, fica para sempre dentro da sua cabeça, sendo dissecado em diversos timbres e combinações! Cedo os seus pais descobrem este maravilhoso dom e, com a ajuda de um professor de canto que admite que não tem qualificações para ensinar tal talento, acaba por entrar numa escola privada, apenas para rapazes com vozes como a sua. É aí que conhece o seu primeiro grande amigo e confidente, um rapaz cujo dom não era tão grande como o seu, mas cuja natureza sincera, ingénua e muito trabalhadora o tornava único! Mas aquela escola não era o que ele pensava e os estranhos desaparecimentos dos melhores alunos do mês era algo que aterrorizava Ludwig, fazendo com que este fingisse ter um voz apenas normal e nunca demonstrando o seu talento nato e belo. Mas como todos os segredos, a verdade acaba por ser descoberta... E a reacção do director acaba por ser ainda mais assustadora do que a verdade por detrás do que acontece às crianças que demonstram os melhores dons naquela escola! Fugindo e decidindo encontram o dom perfeito, aquele som que lhe faltava, Ludwig acaba por descobrir imensas coisas sobre a vida, o sucesso, o amor... e a morte! Surpreendente! Nunca pensei gostar tanto deste livro... A sinopse fez-me lembrar um pouco do livro "O Perfume" e uma crítica escrita na capa fez-me pensar nisso, mas as igualdades acabam um pouco por aí! Ludwig tem um dom especial como Jean-Baptiste, mas enquanto que este último procurava a essência final, aquela que o faria feliz para sempre e tudo fez para a obter, fazendo outros sofrerem pelo seu bem, neste livro Ludwig também procura uma "essência final", ou melhor o som perfeito, aquele som diferente de todos os outros, sofrendo imenso pelo bem dos que ama, enquanto que nos dá outra perspectiva do verdadeiro amor. Este livro está relacionado com a história de "Tristão e Isolda", uma história triste e comovente, sobre dois jovens que beberam a famosa poção do amor e se apaixonaram de uma forma intemporal e única, acabando com a morte de ambos. A escrita do autor é fluída e, embora possa parecer estranha no início, acaba por se entranhar e fazer-nos viajar ao longo das suas páginas e da sua história, enquanto sofremos, amamos e lutamos por esta personagem estranha e diferente, Ludwig. Embora não seja para pessoas muito sensíveis, é um livro que recomendo! Read Less

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados