O Futebol com que Sonhei: Como eu vejo o jogo - artes e estilos, histórias e memórias

FaceBook  Twitter  

 

 

Autor: Luís Freitas Lobo
Género: Futebol
Edição: Nov/2019
Páginas: 304
ISBN: 9789896662158
Editora: Contraponto

 

 


Só para quem ama verdadeiramente o futebol

Com o seu estilo inconfundível, e com um entusiasmo de um miúdo que não quer envelhecer, Luís Freitas Lobo mergulha nas próprias memórias e emoções: os primeiros jogos e as primeiras paixões, as atmosferas favoritas, as viagens e os diferentes estilos de jogo, as grandes equipas, as táticas e as filosofias, os grandes jogadores e os grandes treinadores num cruzamento de emoções entre futebol do passado e do presente.

Este não é um livro para alimentar debates preocupados com tudo menos com o jogo. O Futebol Com Que Sonhei é um livro indispensável para quem ama verdadeiramente o futebol, para todos os que trabalham, vivem ou sentem o jogo. E, como o próprio Freitas Lobo diria, pretende ser um hino ao futebol, um manifesto em defesa do que de mais belo este apaixonante jogo tem.

Autor:

Luís Freitas Lobo não pensa em futebol 24 horas por dia porque, como ele próprio diz, tem de dormir algumas horas e isso tira-lhe tempo. Desde miúdo que o futebol é a paixão que, juntamente com a escrita e as histórias, juntou naquilo a que hoje chama profissão. Mas Luís Freitas Lobo continua a chamar-lhe paixão. Essa foi, de resto, a matéria que constituiu as suas colaborações com a televisão (SIC, RTP e SporTV), a rádio (Antena 1 e TSF) e os jornais (Revista Mundial, A Bola, Expresso e O Jogo). Basta chamarem-no para falar ou escrever sobre futebol e ele vai. De resto, foi também a paixão pelo jogo e pela escrita que o levou a lançar os livros Os Magos do Futebol, em 2002, e Planeta do Futebol, em 2009, os antecessores de O Futebol Com Que Sonhei.

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • A Ilustre Casa de Ramires
    NOTA: Este comentário contém spoilers (*** não leia se pretender ainda ler o livro ***) Após 2 ou ...
  • 28.06.2020 09:42
  • Imortal (José Rodrigues dos Santos)
    Acabei (finalmente) de ler o mais recente livro de José Rodrigues dos Santos - Imortal que trata de um ...
  • 01.06.2020 23:30
  • O Túmulo do Mestre
    Ótimo livro para se ler num fim de semana! Li-o em duas tardes. Os capítulos não são grandes, pelo ...
  • 19.04.2020 19:03

Últimos Tópicos

    • Navia
    • Navia, nascida no ano 410 D.C, época em que a Lusitânia encontra-se instável...
    • há 4 dias 19 horas
    • Navia
    • Navia Navia, nascida no ano 410 D.C, época em que a Lusitânia encontra-se...
    • há 4 dias 19 horas

Uma Pequena Palavra...

"É preciso ter chorado para imortalizar o riso no livro, na estrofe, na sentença, na palavra."
Camilo Castelo Branco in A mulher fatal