O Homem Encantador

FaceBook  Twitter  


Autor: Mariane Keyes
Editora: Contraponto
Páginas: 576

Leia aqui um exerto do livro

Paddy de Courcy é um importante e encantador político irlandês, o «John F. Kennedy Jr. de Dublin». O seu charme e carisma conquistaram o país e a imprensa, mas a notícia do seu casamento vai revolucionar a vida social de Dublin e, sobretudo, a vida de quatro mulheres.

Lola quase desmaia: Paddy era seu namorado... achava ela.
Grace, uma jornalista que conheceu Paddy há muito tempo, mas que ainda se lembra bem dele, parte em busca da verdade seguindo Lola, que decide curar as suas feridas longe da cidade.
Marnie, a irmã de Grace, também conhece bem o charmoso Paddy, o seu primeiro amor – que ela trata desesperadamente de esquecer.
E Alicia, a rapariga com quem Paddy vai casar? Ela parece ser a mulher perfeita para um político conceituado como ele, mas... será que Alicia sabe realmente quem é este homem tão encantador?

O Homem Encantador, uma comédia romântica repleta de lágrimas, risos, emoção e vida. Uma história que toca no coração e que não vai conseguir parar de ler…

 

Comentários  

 
#5 Helena 2010-06-16 01:00
Este livro promete, mas eu não fui cativada por ele. Os temas focados são actuais e pertinentes, mas o modo como está construída a história e a imensa informação e detalhes que o avolumam, desviou-me do essencial e maçou-me, porque nada acrescentam. Por outro lado, as personagens pareceram-me um tanto alienadas e irreais.
Assim sendo, não o recomendo porque desisti de o ler.
 
 
#4 Vera Mouta 2010-04-28 19:20
Livro que nos conta a história de 4 mulheres que em determinada altura das suas vidas, se cruzaram com Paddy de Courcy, um politico irlandês.
Lola, uma consultora de moda, que pensa que namora com Paddy e que vê a sua vida profissional desabar; Grace, uma jornalista que conheceu Paddy na adolescência; Marnie, irmã gémea de Grace, que foi sua namorada quando eram adolescentes e Alicia, a rapariga com quem ele vai casar.

Esta foi a minha estreia com a autora e eu, pelos vistos, tinha uma ideia errada sobre os seus livros. Tinha a ideia que fossem histórias divertidas e caricatas, talvez levada em erro pelas sinopses e capas dos livros.

Este livro conta as histórias destas mulheres de uma forma bastante dramática e real. Admito que tem algumas partes engraçadas, nomeadamente quando estamos a ler a parte da Lola, mas também tem outras muito violentas e que me deixaram profundamente irritada e enervada com as atitudes das personagens.

Trata temas bastante actuais como o alcoolismo, a violência doméstica, a corrupção na política e os meandros do jornalismo.

Em relação ao título do livro, realmente ele é encantador a atrair as mulheres para a sua teia e usa-las a seu bel-prazer até já não lhe interessar mais.
 
 
#3 Júlia 2010-04-16 17:08
Este livro é-nos contado na 1ª pessoa alternadamente pelas três personagens principais.

Lola é uma consultora de moda conceituada, pensa que ainda é namorada do charmoso Paddy, político irlandês, não fosse ter visto anunciado nos jornais o seu casamento com Alicia.

Grace é jornalista com uma relação estável também com um jornalista que conhece há muito tempo Paddy.

Marnie, irmã gémea de Grace, casada e com duas filhas, vive num mundo quase perfeito e também conhece muito bem o "encantador" Paddy.

Ao longo do livro vamos conhecendo as vidas profissionais e também pessoais destas três mulheres que acabam por ter algo em comum. E é assim que a autora vai abordando temas actuais, tão atrozes como o alcoolismo, violência doméstica, abusos sexuais, corrupção na política...

Este foi o primeiro livro desta autora que li, mas já tenho o famoso "Melancia" na estante.
Não fiquei fascinada, acho que havia disparates a mais, mas no fundo gostei.
 
 
#2 Tanea Lopes Costa 2010-02-03 21:58
Aqui está um livro que vale a pena.

Escrito de uma forma bem disposta e interessante, não deixa de abordar temas complexos e infelizmente actuais, como o alcoolismo, a dependência emocional, abusos físicos, jogos políticos.

Pela negativa alguns erros ortográficos, como "pagado"....
 
 
#1 fernanda carvalho 2009-12-10 20:35
Mais uma vez encontro um livro cuja capa e sinopse são feitas no sentido de influenciar a compra e não se podem considerar propriamente fidedignas à realidade da história. É uma pena, porque não sendo uma comédia romantica, é um bom livro.
Fui espreitar a sinopse em inglês e há realmente uma notória diferença.
Opto por colocar aqui a minha tradução dessa sinopse para que me entendam melhor:

«Toda a gente se lembra do dia em que se soube que Paddy de Courcy ía casar. Mas para 4 mulheres em especial, a grande notícia sobre o carismático politico é particularmente importante.
A estilista Lola tem todas as razões para estar interessada em saber quem vai casar com Paddy – porque afinal de contas apesar de ser a sua actual namorada, não é definitivamente a sua noiva. De coração partido foge da cidade e refugia-se numa pequena cabana perto do mar. Mas será que o retiro idílico de Lola é mesmo que que ela estava à espera?...
Não, se a jornalista Grace tiver uma palavra a dizer sobre o assunto. Ela quer a história completa sobre o noivado de de Courcy e pensa que Lola tem a chave.
A irmã de Grace, Marnie, talvez a pudesse ajudar mas está demasiado ocupada a tentar manter incólume a sua vida aparentemente perfeita– um marido perfeito, duas filhas perfeitas e uma casa perfeita.
E sobre a futura Sra. de Courcy… Alicia esperou muito tempo para que o seu sonho se realizasse e está determinada em ser a mais perfeita esposa de um político. Mas será que ela tem consciência de quem é realmente Paddy de Courcy?
Quatro mulheres completamente diferentes. Um horrível homem encantador. E o segredo negro que os liga a todos…»

Sobre o livro em si...
Encantador, segundo o dicionário, que dizer charmoso, adorável, maravilhoso. Mas também pode querer dizer aquele que encanta ou feiticeiro.
Paddy de Courcy é no fundo um homem horrível que deixa um rasto de destruição em todas as mulheres que toca.
Este romance belissimamente bem escrito aborda temas muito variados, como o alcoolismo, a dependência emocional, os abusos físicos sobre as mulheres, a política, o jornalismo, etc.
É uma história bastante verosímil e pode servir de “abre-olhos” para muita gente.
Quase que aposto que numa ou outra altura das nossas vidas, todas conhecemos melhor ou pior um Sr. Paddy de Courcy.
Este é um livro que vale a pena.
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • 25 de Abril, Corte e Costura
    Este livro é exatamente o que eu esperava dele: uma sucessão de quadros em que se ridiculariza a ...
  • 28.04.2019 21:03
  • A Aluna Americana
    Este é o mais recente romance de João Pedro Marques, autor de, entre outros, "Uma Fazenda em África" ...
  • 25.04.2019 20:42
  • O Último Cabalista de Lisboa
    Consegui, finalmente, ler este livro que foi o primeiro romance de Richard Zimler. Publicado em 1996 ...
  • 07.04.2019 23:56

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Era uma vez uma mulher cujo ofício era contar histórias. Andava por todo o lado oferecendo a sua mercadoria, relatos de aventuras, de suspense, de horror ou de luxúria, tudo a um preço justo. Num meio dia de agosto encontrava-se no centro de uma praça quando viu avançar na sua direção um homem (...) És tu a que conta histórias?, perguntou o estrangeiro. (...) Então vende-me um passado, porque o meu está cheio de sangue e de lamentos e não me serve para percorrer a vida."
Isabel Allende
in Eva Luna