O Jardim Encantado

FaceBook  Twitter  

 

 


Autora:
Sarah Addison Allen
Edição: 2008
Páginas: 270
ISBN: 9789899578838
Editora: Quinta Essência

 

 


Num jardim escondido por trás de uma tranquila casa na mais pequena das cidades, existe uma macieira e os rumores que circulam dão conta de que dá um tipo muito especial de fruto. Neste encantador romance, Sarah Addison Allen conta a história dessa árvore encantada e das extraordinárias pessoas que dela cuidam...
As mulheres da família Waverley são herdeiras de um legado mágico — o jardim familiar, famoso pela sua macieira, que produz frutos proféticos, e pelas suas flores comestíveis, imbuídas de poderes especiais que afectam quem quer que as coma.

 Proprietária de uma empresa de catering, Claire Waverley prepara pratos com as suas plantas místicas — desde as chagas que ajudam a guardar segredos até às bocas-de-lobo destinadas a desencorajar intenções amorosas. Entretanto, a sua idosa prima Evanelle é conhecida por distribuir presentes inesperados cuja utilidade se torna mais tarde misteriosamente clara. São elas os últimos membros da família Waverley — com excepção da rebelde irmã de Claire, Sydney, que fugiu da cidade há muitos anos.
Quando Sydney regressa subitamente a Bascom com uma filha pequena, a tranquila vida de Claire sofre uma reviravolta, bem como a fronteira protectora que erigiu tão cuidadosamente em redor do seu coração. Juntas uma vez mais na casa onde cresceram, Sydney reflecte sobre tudo o que deixou para trás ao mesmo tempo que Claire se esforça por sarar as feridas do passado. E em pouco tempo as irmãs apercebem-se de que têm de lidar com o seu legado comum para viverem as alegrias do futuro que se anuncia.
Encantador e pungente, este fascinante romance irá, seguramente, enfeitiçar o leitor.


Autora:

Sarah Addison Allen é a autora dos êxitos de venda O Jardim Encantado, O Quarto Mágico, O Feitiço da Lua e A Árvore dos Segredos. Nasceu e cresceu em Asheville, na Carolina do Norte. O Jardim Encantado, a sua obra de estreia, foi distinguido com o prémio SIBA Novel Of the Year, da Associação de Livreiros Independentes do Sul, para melhor romance de 2008, e em Portugal já tem mais de dez mil exemplares vendidos. O Quarto Mágico foi eleito, em maio de 2009, Romance Feminino do Ano, referente a 2008, pela revista Romantic Times.

Saiba mais em www.sarahaddisonallen.com

Comentários  

 
#14 Inês Santos 2011-08-23 21:49
O Jardim Encantado foi a minha estreia no mundo de Sarah Addison Allen. A expectativa era grande e a curiosidade ainda maior, tanto pela capa com cores tão alegres, como pelas opiniões de outras leitoras. Confesso que a sinopse não me cativou particularmente e foi por essa mesma razão que não comecei a ler os livros da autora em questão mais cedo, tendo adiado até esta oportunidade.
Posso agora afirmar que esta obra é sem dúvida deliciosa, com as suas receitas e flora mágica, onde a escritora nos vai enlaçando e conquistando com os seus discursos, diálogos e simples descrições ao longo de toda a história.
Esta última é rica em personagens e personalidades, todas elas bem desenvolvidas e cativantes que contribuem para um leque de boas razões para a leitura deste livro.
Não encontrei qualquer ponto negativo digno de referência, apenas tendo a sublinhar a simplicidade do desenrolar da história, apesar das complexas relações, tanto familiares como sociais, entre as personagens.
Na minha opinião, o aspecto mais original consiste na magia em que a casa e o passado das Waverley está envolvida, que dá então aquele toque mágico e de fantasia já referido anteriormente.
Gostei particularmente da peculiar macieira e do seu hábito de atirar maçãs. Este ponto revelou o bom-humor que vem contrabalançar o drama tão presente na vida de Claire, Sidney e Fred.
 
 
#13 Raquel 2011-07-05 10:32
Li este livro mesmo por ler, emprestado. E confesso que fiquei completamente rendida à escrita, à historias, às personagens, à macieira claro. Simplesmente mágico e completamente viciante.
 
 
#12 Patrícia Santos 2010-06-24 00:45
Em poucas palavras, este livro é daqueles livros que eternamente nos ficam no coração, pelo simples facto de retratar o amor como um símbolo ao qual todos deveríamos de ter acesso, uma vez que esse sentimento inexplicável é detentor de uma extraordinária dinâmica, sem a qual o ser humano não pode viver. Para além disso, e em acréscimo, é sempre divertido descobrir as deliciosas aventuras e desavenças de duas irmãs que aparentemente nada têm a ver uma com a outra mas que, no fundo, nunca deixaram de ser o reflexo uma da outra.
É um livro muito bonito, com uma escrita simples e que facilmente cativa. Delicioso mesmo!
 
 
#11 Margarida Cruz 2010-02-04 12:01
É com muita pena minha que só agora, quase 3 anos depois da primeira edição desta fantástica obra literária, é que li "O Jardim Encantado". Depois de devorar compulsivamente este livro mágico, mal consigo encontrar as palavras certas para descrever o quanto eu gostei da história. A verdade é que, anteriormente a "O Jardim Encantado", tinha lido "O Quarto Mágico", que se revelou uma desilusão. Depois de todas as críticas que tinha lido acerca da escritora, esperava algo muito melhor. Por isso mesmo, as expectativas não eram muito altas para "O Jardim Encantado". Mas a verdade é que este último não tem nada a ver com o primeiro. Delicioso, fascinante, mágico. São estas as palavras que encontro para melhor descreverem o que achei do livro. As personagens eram integralmente fantásticas, nomeadamente Bay, a pequena menina de 6 anos, incrivelmente inteligente, sonhadora e divertida. É impossível resistir-se aos seus encantos. Emoção, romance e suspense juntam-se também aos temperos desta maravilhosa receita, conferindo à história o estatuto de uma das melhores que li até hoje. Uma agradável e deliciosa surpresa, para relembrar e reler.
 
 
#10 Angelina Rosa Nogueira Santos Violante 2010-01-02 21:54
Este livro é deverás mágico. Assim que se começa a ler ficamos como que presos a ele, não descansado enquanto não acabamos.
É um livro soberbo, adorei desde o primeiro capítulo até ao último.
Nem tenho palavras para descrever o que senti, e como me identifiquei com as personagens em certas situações.
Muito emocionante e encantador, vale a pena ler. Já tinha lido o outro livro da autora e agora, quando comecei a ler este, ia cheia de expectativas, as quais não foram goradas.
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Crash
    Depois de ter lido "Arranha-Céus" de J. G. Ballard, um romance que me deixou a pensar seriamente nos ...
  • 10.07.2019 22:32
  • Amantes de Buenos Aires
    Amantes de Buenos Aires, o novo romance de Alberto S. Santos, baseia-se numa história real e segue a ...
  • 08.07.2019 16:24
  • 25 de Abril, Corte e Costura
    Este livro é exatamente o que eu esperava dele: uma sucessão de quadros em que se ridiculariza a ...
  • 28.04.2019 21:03

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Não ler, pensei, era como fechar os olhos, fechar os ouvidos, perder sentidos. As pessoas que não liam não tinham sentidos. Andavam como sem ver, sem ouvir, sem falar."
Valter Hugo Mãe in Desumanização