O Mensageiro

FaceBook  Twitter  

Autor: Andy Andrews
Edição: Jun/2010
Páginas: 144
Editora: Pergaminho

«Eu sou um mensageiro. Tenho um dom. Enquanto alguns nasceram para cantar e outros correm velozmente, eu reparo em coisas a que outros não prestam atenção e algumas delas estão mesmo à vista.»

O seu nome é Jones. Ninguém sabe muito bem que idade tem e parece que ninguém o consegue descrever muito precisamente; mas este misterioso e sábio desconhecido muda a vida de todos aqueles com quem se cruza.
Orange Beach, no Alabama, é uma pequena vila de gente simples. Mas, como todos os seres humanos no mundo, os habitantes de Orange Beach têm os seus problemas – casamentos à beira do divórcio, jovens desanimados e desmotivados com tudo, negócios em risco de falência, enfim, todos aqueles obstáculos que a vida nos serve em doses generosas.
Contudo, sempre que as coisas parecem estar mais negras e parece que não há solução à vista, um misterioso desconhecido chamado Jones aparece, como que por milagre. Este homem de aparência singela (de cabelo branco, vestido de jeans, t-shirt branca e sandálias, e sempre com a sua mala de cabedal) é uma alma invulgar.
Ele não oferece soluções mágicas, nem tem conselhos infalíveis para dar; o que ele traz a quem precisa é simplesmente… a capacidade de reparar. De reparar no amor, na beleza, na esperança e em todas as coisas que a vida tem para oferecer, mesmo nos momentos mais obscuros.
O Mensageiro é um livro inesquecível, comovente e inspirador que vai transformar a sua vida.

Autor:
Com best-sellers publicados em mais de 20 países e com milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Andy Andrews é um dos autores mais populares e inspiradores nos EUA. É também um conferencista de renome, tendo sido convidado para discursar perante quatro Presidentes dos EUA ao longo da sua carreira. Vive em Orange Beach, no Alabama, com a mulher Polly e os seus dois filhos.

Comentários  

 
+3 #5 Maria João 2010-10-25 21:01
Gostei imenso. Quando me inscrevi, pensei que iria ser um livro de auto ajuda, mas, como nunca tinha experimentado, arrisquei.
E fiquei agradavelmente surpreendida.
Sem dúvida, uma lição a reter.
 
 
#4 fernanda carvalho 2010-10-07 11:59
Quando lemos muito, de tempos a tempos lá surge uma ou outra história, frase ou momento, que nos toca especialmente.
Este livro, do princípio ao fim, é um desses casos.
Dei por mim a querer sublinhar certas passagens, a lê-las e a relê-las, a tomar notas, a fazer contas. Tanto do que eu lia se aplicava a mim!
Não gosto dos denominados livros de auto-ajuda, e este realmente não se enquadra nesse estilo, mas será que me ajudou de alguma forma? Será que me modifiquei graças ao que li, como promete a sinopse?
Não sei. Sei é que fiquei a pensar em muitas das coisas que descobri e acima de tudo, apercebi-me realmente que TUDO é mesmo uma questão de perspectiva!
 
 
#3 Joana Caires 2010-08-28 10:56
O Mensageiro é um livro pequeno, porém contém uma mensagem rica e valiosa. Os ensinamentos do misterioso Jones mudarão muitas vidas, como, por exemplo, o jovem que perdeu o rumo e o casal com problemas matrimoniais. Jones é um humilde velho que nunca larga a sua mala. Este livro pretende realçar o que há de bom na sua vida. Por vezes, centramos a nossa atenção e valorizamos o que está mal e esquecemos o restante. Exige uma nova reflexão sobre a nossa vida. Foi uma leitura agradável e rápida, contudo é um alerta para o facto de perdermos tempo desnecessariame nte. A vida é uma dádiva e devemos desfrutá-la ao máximo!

EXCERTO:

"O vosso tempo neste mundo é uma dádiva que tem de ser usada de forma sensata. Não esbanjem as vossas palavras e os vossos pensamentos. Considerem que até as atitudes mais simples que tenham em relação à vida possuem uma importância excepcional... e contam para sempre."
 
 
+1 #2 Helena 2010-08-12 00:32
De fácil leitura, este pequeno livro de contos lê-se avidamente, mas não de ânimo leve, porque como observa Jones: "todas as pessoas, ou estão em crise, ou a sair de uma crise, ou a encaminhar-se para uma crise". Um termo muito recorrente hoje em dia.
O mensageiro Jones é uma personagem que nos realça o que menosprezamos e que normalmente são pessoas ou situações bem visíveis, mas em que não reparamos porque nos falta "perspectiva", ou seja, uma visão alargada que nos permita respirar fundo, recompor-nos e recomeçar.
Focamos a nossa atenção, pensamentos e energia no que está mal e esquecemos tudo o resto. Este livro impõe-nos um novo olhar e reflexão, porque, com certeza, o melhor ainda está para vir.
 
 
#1 Patrícia Pereira 2010-07-18 22:44
Este é um livro pequeno, mas que pode verdadeiramente mudar a vida de quem o lê, nem que seja pelo facto de nos sentirmos mais optimistas depois de o desfolhar.
Conta a história de Jones, uma personagem pela qual não podemos deixar de sentir um grande carinho, e das diversas vidas que ele ajuda a mudar (para melhor!). Pois, no fundo, é tudo uma questão de perspectiva.

Este livro recorda-nos do poder que temos sobre as nossas vidas e as dos que nos rodeiam; que podemos conseguir aquilo que almejamos com força de vontade e ambição q.b., tendo em atenção não só "os fins" mas também "os meios" e desfrutando deles. Se lutarmos por aquilo que queremos, sabe sempre melhor quando o alcançamos.

É evidente que nem tudo o que li ao longo destas 140 páginas me convenceu e que algumas das temáticas abordadas (como os quatro dialectos que usamos para expressar o nosso amor pelos outros) serão discutidas com outras pessoas e questionadas até à exaustão. No fundo, é um livro que me leva a pensar sobre mim, sobre a sociedade, sobre a vida. E não é também isso que procuramos num bom livro?
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • A Ilustre Casa de Ramires
    NOTA: Este comentário contém spoilers (*** não leia se pretender ainda ler o livro ***) Após 2 ou ...
  • 28.06.2020 09:42
  • Imortal (José Rodrigues dos Santos)
    Acabei (finalmente) de ler o mais recente livro de José Rodrigues dos Santos - Imortal que trata de um ...
  • 01.06.2020 23:30
  • O Túmulo do Mestre
    Ótimo livro para se ler num fim de semana! Li-o em duas tardes. Os capítulos não são grandes, pelo ...
  • 19.04.2020 19:03

Últimos Tópicos

    • Navia
    • Navia, nascida no ano 410 D.C, época em que a Lusitânia encontra-se instável...
    • há 6 dias 14 horas
    • Navia
    • Navia Navia, nascida no ano 410 D.C, época em que a Lusitânia encontra-se...
    • há 6 dias 14 horas

Uma Pequena Palavra...

"O livro, por aquilo que promete, não deixa de ser um conceito que ciclicamente surge como uma ameaça à harmonia pública, pelo conluio que estabelece com quem o lê."
João Paulo Borges Coelho, in Rainhas da Noite