O que Eu Sei de Mim

FaceBook  Twitter  

 

 

Autor: Fernando Correia
Género: Biografia
Edição: Abr/2018
Páginas: 176
ISBN: 9789897023781
Editora: Guerra & Paz

 

 

 

A autobiografia de uma das figuras mais amadas da comunicação social portuguesa.
Fernando Correia é uma das figuras mais amadas da comunicação social portuguesa. Se o virmos, todos sabemos quem ele é. Mas basta ouvir a sua voz para sabermos que é a do Fernando. Fernando Correia não é só um jornalista e comentador desportivo. É também conhecido e apreciado pelo grande público enquanto romancista. Depois do êxito editorial E Se Eu Fosse Deus?, Fernando Correia encanta-nos, agora, com o seu livro de memórias.

Uma vida narrada na primeira pessoa, uma vida cheia de episódios amorosos, intrigantes, mas também deliciosamente corriqueiros do dia-a-dia. Aventuras e desventuras de um adolescente, sonhos cumpridos, outros que se esvanecem com o tempo, dedicação a uma profissão que se ama, um forte sentimento de integridade. Páginas repletas de ilusões e desilusões, porque, afinal, assim se constrói a vida.
Este é o livro de alguém que não perdeu a memória dos que amou e dos que ainda ama. Conta-nos os seus intensos 60 anos de carreira, sem saber o que ainda está para vir… Um depoimento de força e de coragem.

Deste autor no Segredo dos Livros:
E se Eu Fosse Deus?
O Homem que não Tinha Idade
Memórias Vivas do Jornalismo (coautoria)

Autor:

Fernando Correia nasceu em 1935 e dividiu a sua infância entre a Mouraria, o Alto de Santo Amaro e São Domingos de Benfica. Frequentou a Alliance Française e o Instituto Britânico (segunda parte dos estudos feitos em Cambridge) e especializou-se em Ciências da Comunicação e Linguas. É jornalista, comentador de rádio e televisão, professor. A sua carreira começou na Emissora Nacional (atual RDP) em 1958. O seu percurso profissional na rádio fê-lo passar pela Emissora Nacional, Rádio Clube Português, Rádio Comercial, TSF Rádio Jornal, Rádio Clube Português (novo), NFM, CNR e Rádio Amália. Relator e comentador desportivo desde 1964, esteve presente nos mais importantes eventos desportivos internacionais de futebol, hóquei em patins e atletismo. Na televisão, foi colaborador da RTP como apresentador de concursos e de programas de variedades. Encontra-se atualmente na TVI como comentador de desporto.
Na imprensa escrita, foi jornalista d'A Capital, O Diário, Gazeta dos Desportos, Diário Popular e Jornal de Noticias. Foi Director Adjunto e mais tarde Director do Jornal do Sporting.
Nos livros, é autor de vários titulos ligados ao desporto, ensaio, biografias e contos onde se destacam titulos como: Moniz Pereira - Valeu a Pena; Matateu - A Oitava Maravilha; Joaquim Agostinho - Memória de Um Campeão; Paulinho: Esforço, Dedicação e Devoção ao Sporting; Natália Correia de Alma Aberta; Simply the Best (homenagem a George Best); Era uma Vez o Sol; Espelho de Água; Diário de Sombras.
É casado, pai de cinco filhos e avô de dez netos.

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Hugo Chávez, o colapso da Venezuela
    Gosto de estar bem informado e não fazer juízos sem conhecimento de causa. O governo da Venezuela tem ...
  • 02.09.2019 14:09
  • Autobiografia
    "Autobiografia" , o novo romance de José Luís Peixoto, é o 3º livro que leio deste autor. Os anteriores ...
  • 18.08.2019 17:41
  • A Dama do Quimono Branco
    Com este volume, termina a saga do Samurai Negro, constituída por uma trilogia de romances históricos ...
  • 29.07.2019 17:54

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Vivemos de palavras. Vamos até à cova com palavras. Submetem-nos, subjugam-nos. Pesam toneladas, têm a espessura de montanhas. São as palavras que nos contêm, são as palavras que nos conduzem."
Raúl Brandão