O Último Retornado

FaceBook  Twitter  

 

 

Autor: Júlio Borges Pereira    
Edição: Set/2012
Páginas: 256
ISBN: 9789896374594
Editora: Saída de Emergência

 

 

Angola, 2002. A convite da Ordem dos Engenheiros de Angola, Júlio regressou ao país onde nasceu e viveu até aos vinte anos. É então que, numa praia em Benguela, conhece uma freira que lhe faz lembrar Ana Liz, o amor da sua infância.
Estranhamente, a freira conhece a história de Ana Liz e dos acontecimentos que rodearam a sua aparente morte em 1975. Algumas revelações que desconhecia fazem Júlio sonhar com a possibilidade de, afinal, Ana Liz estar viva.

Decidido a descortinar uma verdade com quase trinta anos, Júlio parte com alguns companheiros para o interior do país.
Recordando os terríveis eventos do início da sangrenta guerra civil de Angola, a viagem para o interior torna-se numa viagem atribulada por memórias da infância, adolescência e de felizes anos rendidos à tragédia. Mas é também, no momento que menos se espera, que brota a esperança…
Baseado em factos verídicos, O Último Retornado é a história de um amor que nunca foi esquecido e se firmou no coração do narrador para nunca mais o largar.

 

Autor:

Júlio Borges Pereira nasceu na cidade de Benguela, Angola, em setembro de 1953. Em novembro de 1975, vem acabar os estudos em Portugal, na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, sem que passe um dia que não relembre Angola. Após muitos anos na empresa de aços F. Ramada S.A. em Ovar, retorna a Angola, em 2002, onde é admitido como professor na Universidade de Luanda. Em 2003 vai viver para o Brasil, fundando aí a Metal África Lda. É dos escritores brasileiros Jonas Ribeiro e Regina Drummond que recebe a força e o entusiasmo para se dedicar à escrita. Reside em Portugal desde 2006, e tem três filhos, Pedro, Susana e Julinho.

Comentários  

 
+1 #2 Cristina Delgado 2012-12-06 06:11
Não posso deixar de vos confessar que tinha um certo desejo de, com este livro, voltar à minha infância. Queria identificar-me com os locais descritos pelo autor, com os cheiros e as cores de uma Angola que deixei ficar para trás ainda menina...

Ao ler a sinopse fiquei curiosa. O autor tinha nascido na minha cidade natal e gostei de passear de novo pelos sítios que ainda hoje recordo, embora as memórias sejam, necessariamente , diferentes.

História verídica, amores e guerras vividos pelo autor e nunca esquecidos, tudo faz parte de um período de uma Angola conturbada, de ódios fortes e perdas ainda maiores.

A escrita não a soube apreciar totalmente. A prosa e o que eu chamo (não sei se correctamente!) de prosa poética misturam-se e acabaram por me baralhar um pouco.

Mesmo assim, gostei da forma como é narrada a sabedoria do povo angolano, conhecimentos ancestrais transmitidos de pais para filhos; gostei da maneira como o autor conseguiu passar para o papel toda a insegurança, o medo, o ódio indiscriminado que muitos viveram numa Angola que conheci de portas sempre abertas, de sorriso fácil e de uma musicalidade extrema.

Aspectos ficaram por esclarecer nesta história de um amor vivido e nunca esquecido. Mas a Vida, às vezes, prega-nos partidas e não é, ela mesma, simples nas suas respostas ... Ou será que o autor não se quis expor e contar-nos tudo? Fiquei na dúvida.
 
 
+6 #1 Lurdes Graça Pereira da Silva 2012-10-24 22:42
Uma história contada na primeira pessoa sobre saudades duma terra maravilhosa, de memórias e momentos vividos, de um amor nunca esquecido.
Adorei a narrativa do conhecimento profundo de Angola, dos seus povos.
Achei um pouco exagerada a descrição poética em determinados momentos.
São emocionantes os relatos de guerra e como esta pode separar os amigos. Como o destino os pode juntar mais tarde, com tanto para contar.
É óbvio, no fim, que Sister Anne pode bem ser Ana Liz, embora o próprio nunca o possa ter confirmado, apesar de estar próximo disso.
Quanto a Salomé, não compreendi.
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Deixem Passar o Homem Invisível
    Dez anos depois de ter vencido o Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLB 2009, regressa em nova ...
  • 25.03.2020 23:36
  • O Caçador de Brinquedos
    Se gosta de ficção científica, não deixe de ler este livro! João Barreiros é considerado um dos ...
  • 12.03.2020 16:59
  • A Morte do Papa
    Depois de ter lido todos os livros anteriores de Nuno Nepomuceno, este foi o primeiro em que tive ...
  • 24.02.2020 00:22

Últimos Tópicos

    • Frecha
    • - Frecha, toda a magia tem um preço, sabes disso. Tens a certeza que queres...
    • há 6 dias 18 horas
    • Espaço para livros
    • Uma maneira simples e barata é embrulhá-los em rolo autoaderente, daquele que...
    • há 2 meses 4 dias
    • Melhores Livros De Romance
    • Obrigado pela partilha! Diversos desses livros têm nomes diferentes na edição...
    • há 2 meses 5 dias

Uma Pequena Palavra...

"Quando lemos, conseguimos viajar para muitos lugares, encontrar muitas pessoas e conhecer o mundo. Também podemos aprender a lidar com os problemas que tenhamos, instruindo-nos com as lições do passado."
Nelson Mandela