Olha-Me Como Quem Chove

FaceBook  Twitter  

 

 

Autora: Alice Vieira
Género: Poesia
Edição: Mar/2018
Páginas: 72
ISBN: 9789722064606
Editora: Dom Quixote

 

 


O novo livro de poesia de Alice Vieira, Olha-me Como Quem Chove, ganha o título e inspira-se num verso de Ruy Belo, que serve também de epígrafe a este livro.

O quotidiano de amores reencontrados e perdidos, de recordações como apoio da vida, da aprendizagem de novos lugares e de novas sensações, das perdas que se enraízam na nossa pele e nos ajudam a sobreviver, são alguns dos temas destes poemas que também inspiraram os seus anteriores livros de poesia, bem como o espectáculo Toda a Cidade Ardia, recentemente levado à cena no Teatro Aberto.

Desta autora no Segredo dos Livros (exceto livros para crianças):
Só Duas Coisas Que, Entre Tantas, Me Afligiram
O Que Se Leva Desta Vida
13 Gotas ao Deitar (coautora)

Autora:

Alice Vieira nasceu em 1943 em Lisboa. É licenciada em Germânicas pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Em 1958 iniciou a sua colaboração no Suplemento Juvenil do Diário de Lisboa e a partir de 1969 dedicou-se ao jornalismo profissional. Desde 1979 tem vindo a publicar regularmente livros tendo, actualmente, editados na Caminho cerca de três dezenas de títulos.
Recebeu em 1979, o Prémio de Literatura Infantil Ano Internacional da Criança com Rosa, Minha Irmã Rosa e, em 1983 com Este Rei que Eu Escolhi, o Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura Infantil e em 1994 o Grande Prémio Gulbenkian, pelo conjunto da sua obra. Recentemente foi indicada pela Secção Portuguesa do IBBY (International Board on Books for Young People) como candidata portuguesa ao Prémio Hans Christian Andersen. Trata-se do mais importante prémio internacional no campo da literatura para crianças e jovens, atribuído a um autor vivo pelo conjunto da sua obra.
Alice Vieira é hoje uma das mais importantes escritoras portuguesas para jovens, tendo ganho grande projecção nacional e internacional. Várias das suas obras foram editadas no estrangeiro.

Saiba mais em alicevieira.net

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Xogum - O Senhor do Japão
    Há dois anos, por estes dias, estava eu a comentar "O Samurai Negro", 1º volume desta trilogia. Muitos ...
  • 14.06.2018 20:50
  • Na Memória dos Rouxinóis
    Há alguns dias, alguém se insurgia, numa resposta a um comentário no Facebook, contra a moda dos ...
  • 08.04.2018 22:26
  • A Febre das Almas Sensíveis
    "A Febre das Almas Sensíveis" é um romance histórico escrito de uma forma bastante diferente daquilo ...
  • 11.03.2018 20:01

Últimos Tópicos

    • 16 de julho
    • Sou a Joana e faço anos a 16 de julho. Sou caranguejo...
    • há 2 meses 4 semanas

Uma Pequena Palavra...

"Não ler, pensei, era como fechar os olhos, fechar os ouvidos, perder sentidos. As pessoas que não liam não tinham sentidos. Andavam como sem ver, sem ouvir, sem falar."
Valter Hugo Mãe in Desumanização