Os Anos Sessenta em Portugal

Autores: José Maria Brandão de Brito e Paula Borges Santos
Género: Sociologia / Política
Edição: Out/2020
Páginas: 252
ISBN: 9789723618211
Editora: Afrontamento

 

 

Duas governações, diferentes políticas públicas?
Neste livro, onde vários autores traçam o desenvolvimento de diversas políticas sectoriais, como a das relações externas e de defesa, a económica, a financeira, a laboral, de previdência social, a educativa, de saúde, a da administração da justiça e a cultural, entre o início da década de 1960 e o seu final, revelam como a elaboração, negociação e construção legislativa de muitas políticas, que têm sido apontadas como inovações pensadas e postas em funcionamento pela governação de Marcelo Caetano, foram afinal debatidas e introduzidas ainda sob os executivos de Salazar.

José Maria Brandão de Brito

José Maria Brandão de Brito é economista e professor catedrático jubilado do ISEG da Universidade de Lisboa, onde lecionou cadeiras de economia e História económica. Foi vice-presidente da TAP, presidente da RTP, membro do Conselho Geral da EDP e vice-reitor da Universidade Técnica de Lisboa. Presentemente, é administrador (por Portugal, Grécia, San Marino e Índia) do Banco Europeu para a Reconstrução e Desenvolvimento (BERD), em Londres. É investigador acreditado junto da FCT. Colabora regularmente, com artigos de opinião, na comunicação social escrita. É autor de livros e de trabalhos sobre Economia e outros temas sociais.

Paula Borges Santos

Paula Borges Santos nasceu em 1976. É mestre em História Contemporânea pela
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (FCSHUNL), onde desenvolve atualmente o seu doutoramento. É investigadora do Centro de Estudos de História Religiosa (CEHR) da Universidade Católica Portuguesa e do Instituto de História Contemporânea (IHC) da FCSH-UNL.
Integrou vários projetos de investigação de diversas unidades científicas nacionais e tem-se dedicado ao estudo de temas de História Política, História Religiosa, Transições e Conflitos Sociais do Século XX.
Publicou Igreja Católica, Estado e Sociedade (1968-1975): o caso Rádio Renascença (ICS: 2005), além de outros estudos em obras coletivas e de artigos em revistas científicas.
Para além da sua atividade como investigadora, entre 2004 e 2011, foi coordenadora científica e executiva do projeto de organização, tratamento e preservação do arquivo histórico Maria de Lourdes Pintasilgo.

0 comentários
1 like
Anterior: Os Manifestos Rosacruzes – Uma tradição secreta com 400 anos de HistóriaSeguinte: A Nossa Parte da Noite – Lançamento

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados