Os Caminhos da Social-Democracia Europeia

FaceBook  Twitter  

 

 

Autor: António Avelãs Nunes
Género: Política / Economia
Edição: Mai/2019
Páginas: 206
ISBN: 9789728140724
Editora: Página a Página

 

 


Em 2015, um grupo de economistas e universitários de todo o mundo, entre os quais James Galbraith, Stephany Grifith Jones e Jacques Sapir, pronunciou­-se nestes termos sobre esta «política de ameaça, de ultimato, de obstinação e de chantagem»: ela «significa, aos olhos de todos, um fracasso moral, político e económico do projecto europeu». Uma verdade como punhos.

Como é verdade que os socialistas europeus continuam beatos fiéis do culto europeísta, cujas regras/dogmas aceitam como se elas fossem uma verdade revelada, fugindo sempre à ‘heresia’ da crítica. Às vezes, num rebate de consciência, arriscam assumir que a ‘Europa’ tem de melhorar; mas, em regra, melhor Europa significa, para eles, mais Europa, o que, a meu ver, é apenas a certeza de pior Europa.

Autor:

António Avelãs Nunes nasceu em Pinhel, em 16 de Dezembro de 1939. Doutorou-se em Direito (Ciências Económicas), em Maio de 1984; título de Agregado em Direito (Ciências Económicas); Professor Auxiliar da FDUC desde Junho/1984; Professor Associado do 2º Grupo (Ciências Económicas) do quadro da FDUC (Abril de 1988); Professor Catedrático de nomeação definitiva do quadro da FDUC desde Julho de 1995; Professor Jubilado da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra desde Dezembro de 2009.
De Maio a Novembro de 1974 exerceu funções no Governo como Secretário de Estado dos Desportos e Acção Social Escolar; de Dezembro de 1974 até Setembro de 1975 exerceu as funções de Secretário de Estado do Ensino Superior e da Investigação Científica; foi eleito para a Assembleia de Representantes da FDUC desde o ano letivo de 1976/77; desde o ano letivo de 1985/86 até 1995/96 foi sempre eleito, como representante dos doutores da sua Faculdade, para o Conselho Pedagógico da FDUC, órgão de que foi Presidente desde Março de 1991 até Março de 1996; durante um mandato, foi membro da Assembleia Municipal de Coimbra, eleito nas listas da CDU; de 1994 a 2000 foi Coordenador do Instituto Jurídico para a Cooperação com os PALOP; no ano lectivo de 1991/92 exerceu as funções de Vice-Presidente do Conselho Directivo da sua Faculdade; é, desde 1995, Diretor do Boletim de Ciências Económicas, revista de que foi Sub-Redator desde 1991 a 1995; de Março de 1996 a Maio de 2000, durante dois mandatos, foi eleito Presidente do Conselho Directivo da FDUC; foi, desde 1990, membro da Assembleia da Universidade; desde Março de 1992 foi, durante vários anos, membro do Senado da Universidade de Coimbra, eleito como representante dos doutores da Faculdade de Direito, como Presidente do Conselho Diretivo da FDUC e como Vice-Reitor da Universidade; fez parte do primeiro Conselho Executivo da Fundação Cultural da Universidade de Coimbra (1995); em representação da Universidade de Coimbra, é membro do Conselho Científico do Centro de Estudos Ibéricos; foi Vice-Reitor da Universidade de Coimbra desde 12 de Fevereiro de 2003 até à sua jubilação (Dezembro de 2009); mediante convite do Ministério da Educação do Brasil, participou, em 2001, em 2004 e em 2007, como observador estrangeiro, nos trabalhos da Comissão de Avaliação Trienal dos Cursos de Pós-Graduação em Direito (Mestrado e Doutorado), no âmbito da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior); é vice-presidente da Direcção do Instituto de Direito Comparado Luso-Brasileiro; é membro correspondente da Academia Brasileira de Direito Constitucional; é membro dos Conselhos Consultivo, Científico ou Editorial das seguintes revistas: Revista da Universidade Federal do Paraná; da Quaestio Iuris (Revista da Pós-Graduação da Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro); da Revista da Faculdade de Direito da USP; da Revista de Direito do Estado; da Revista da Faculdade de Direito da UFRJ; da NOMOS – Revista do Curso de Mestrado em Direito da Universidade Federal do Ceará; da Revista Democracia, Direito e Cidadania, da Universidade de Uberaba; revista Panóptica (Vitória – Espírito Santo); da Revista de Concorrência e Regulação (Lisboa).
Em 1986 foi agraciado pelo Presidente da República Federativa do Brasil com a Ordem do Rio Branco; em Fevereiro de 1999 a Associação dos Advogados de Minas Gerais concedeu-lhe o Diploma e a Comenda “Professor Gerson Boson”, como “personalidade de destaque no ano de 1998”, pelos “relevantes serviços prestados à causa pública e ao aprimoramento das instituições democráticas e jurídicas”; em Fevereiro de 2000, a Direcção e o Conselho Científico da Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto (Angola) votaram um “Preito de Reconhecimento e Louvor”, sublinhando a sua ação na direção e coordenação de sucessivos projetos de cooperação; em Fevereiro de 2002, o Conselho da Faculdade de Direito /Sector de Ciências Jurídicas da Universidade Federal do Paraná, concedeu-lhe Voto de Louvor, ”pela contribuição decisiva ao intercambio científico e cultural entre as instituições [a Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra e a Faculdade de Direito da UFPR], conforme aprovado por unanimidade”; é Doutor Honoris Causa pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná; é Professor Honoris Causa da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Alagoas.

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Autobiografia
    "Autobiografia" , o novo romance de José Luís Peixoto, é o 3º livro que leio deste autor. Os anteriores ...
  • 18.08.2019 17:41
  • A Dama do Quimono Branco
    Com este volume, termina a saga do Samurai Negro, constituída por uma trilogia de romances históricos ...
  • 29.07.2019 17:54
  • Crash
    Depois de ter lido "Arranha-Céus" de J. G. Ballard, um romance que me deixou a pensar seriamente nos ...
  • 10.07.2019 22:32

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Não ler, pensei, era como fechar os olhos, fechar os ouvidos, perder sentidos. As pessoas que não liam não tinham sentidos. Andavam como sem ver, sem ouvir, sem falar."
Valter Hugo Mãe in Desumanização