Os Passos Perdidos

 

 

 

Autor: Alejo Carpentier
Edição: Ago/2010
Páginas: 224
Editora: Camões & Companhia

 

 

Um livro estimulante, quase mítico. Representativo daquilo a que o próprio Alejo Carpentier chamou “o real maravilhoso americano”, este romance constitui uma busca das origens, a procura de uma Idade de Ouro perdida. A personagem central dispõe-se a subir Orenoco, na Venezuela, em busca de um tempo primordial, tentando assim alcançar as raízes da vida.

Desfilam nesta obra os mineiros dos campos de petróleo, os padres missionários, os vaqueiros, os astrólogos, as prostitutas em busca do El Dorado, os índios dos lugares visitados, os espíritos, os rituais, as histórias e os mitos de um tempo em que um homem branco ainda não pisara o continente americano.
Para Carpentier, a América é um repto de um “novo mundo” apressadamente entrevisto por viajantes e poetas, poucas vezes correctamente apreendido.

Autor – Alejo Carpentier

Autor:

Alejo Carpentier (Havana, 1904 – 1980) abordou a realidade americana, descobrindo a magistralidade de um continente onde o maravilhoso se podia encontrar a cada passo. Escritor universal, proporcionou uma nova linha criativa que transcende a sua narrativa, indicando novos caminhos para a literatura. Considerado um dos criadores do Realismo Mágico, foi inspiração para Gabriel García Márquez, e muitos outros escritores latinoamericanos.
Jornalista, musicólogo e crítico de arte, Carpentier permitiu uma comunicação entre o velho continente e a América em matéria de cultura. Ganhou prémios como Melhor Livro Estrangeiro, Prémio Mundial Cino del Duca, Honororary Fellow, Prémio Miguel de Cervantes, Prémio Médicis Étranger, o mais alto reconhecimento com que França galardoa os escritores estrangeiros.

1 comentários
0 likes
Anterior: Mentiras CruéisSeguinte: Raptada

Comentários

  • Vera Mouta

    Setembro 19, 2010 às 23:30
    Responder

    Este livro conta a história de um homem que vai em busca de uns instrumentos musicais indígenas para um museu. Essa busca leva-o à América Latina, onde se cruza com várias personagens, que o acompanharão nessa viagem pelo rio acima.Personagens essas que vão em busca do ouro que, supostamente, abunda na selva.Para mim, este livro é uma metáfora da vida que o homem tinha antes e depois da sua viagem por aquele rio acima. Antes, tinha uma vida sem sentido e sempre igual e aquela viagem vai mudar a sua vida para sempre. Encontra-se com índios, com cidades a serem […] Ler Mais...Este livro conta a história de um homem que vai em busca de uns instrumentos musicais indígenas para um museu. Essa busca leva-o à América Latina, onde se cruza com várias personagens, que o acompanharão nessa viagem pelo rio acima.Personagens essas que vão em busca do ouro que, supostamente, abunda na selva.Para mim, este livro é uma metáfora da vida que o homem tinha antes e depois da sua viagem por aquele rio acima. Antes, tinha uma vida sem sentido e sempre igual e aquela viagem vai mudar a sua vida para sempre. Encontra-se com índios, com cidades a serem construídas, com culturas diferentes da sua realidade e isso vai despertar nele uma nova ânsia profissional. Em termos de estrutura, achei este livro impresso de uma forma um pouco maçuda, devido ao texto estar todo compacto. Read Less

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados
Tópicos recentes