Poesia completa de Maria Alberta Menéres

 


Autora:
Maria Alberta Menéres
Género: Poesia
Edição: Jun/2020
Páginas: 480
ISBN: 9789720032416
Editora: Porto Editora

 

 


A enorme reputação de Maria Alberta Menéres como autora infantojuvenil silenciou, de certa maneira, a sua produção poética. É esse esquecimento injusto que agora se pretende corrigir. Publicam-se, assim, pela primeira vez, não só os seus livros de poemas, Intervalo, Cântico de Barro, A Palavra Impercetível, Água-Memória, O Robot Sensível, A Pegada do Yeti, Os Mosquitos de Suburna e O Jogo dos Silêncios, como ainda textos e poemas dispersos publicados e inéditos. E se, ainda assim, este exemplo de vastíssima erudição não bastar, que se leiam as lúcidas palavras de E. M. de Melo e Castro, posfaciador desta edição: «O melhor é ler e reler, quantas vezes for necessário […]»

Continuar...

O Arco da Memória - Evocação de Fernando Namora 1919-1986

 

 

Autor: José Manuel Mendes
Género: Ensaios
Edição: Jun/2020
Páginas: 416
ISBN: 9789722130448
Editora: Caminho

 

 


O Arco da Memória
foi, com e sem o artigo definido, título escolhido por Fernando Namora para Jornal sem Data, último dos livros publicados no tempo da sua vida. Recobre agora, num empréstimo pujante de sentidos, a evocação plural que aqui se associa às iniciativas do Centenário do nascimento do Autor.

Continuar...

D. Manuel I - Duas Irmãs para um Rei

 

 

Autora: Isabel Stilwell
Género: Romance Histórico
Edição: Jun/2020
Páginas: 640
ISBN: 9789897773655
Editora: Planeta

 

 

 

Uma história fascinante de um homem que não nasceu para ser rei, que chegou ao trono depois de ver morrer o sobrinho e ver assassinar o irmão e o cunhado.
Isabel, viúva de Afonso, filho de D. João II, resistiu ao casamento. Mas Manuel era determinado. Desde aquele dia em que os seus olhares se cruzaram em Moura, sabia que Isabel havia de ser sua.

Continuar...

O Cabo do Medo - O Daesh em Moçambique 2019-2020

 

 

Autor: Nuno Rogeiro
Género: Política internacional
Edição: Jun/2020
Páginas: 232
ISBN: 9789722070331
Editora: Dom Quixote

 

 


Toda a verdade sobre a situação explosiva do domínio do Norte de Moçambique pelo Daesh.

É o primeiro livro a nível mundial que revela em primeira mão o que se está a passar na zona de Cabo Delgado: a conquista e subjugação das populações, a violência bárbara com recurso a decapitações e execuções sumárias, a exploração das pessoas e dos recursos disponíveis, a impotência das autoridades moçambicanas em impor a ordem e a paz social.

Continuar...

Margarida Espantada

 

 

Autor: Rodrigo Guedes de Carvalho
Género: Romance
Edição: Jun/2020
Páginas: 284
ISBN: 9789722069830
Editora: Dom Quixote

 

 


A loucura é muito difícil de definir e é muito fácil cair nela.

Margarida Espantada é sobre família. Sobre irmãos. É sobre violência doméstica e doença mental. É um efeito dominó sobre a dor.
A literatura é um jogo do avesso. Os bons romances são sempre sobre amor, e os melhores são os que fingem que não são.

Continuar...

Últimas Opiniões

  • Imortal (José Rodrigues dos Santos)
    Acabei (finalmente) de ler o mais recente livro de José Rodrigues dos Santos - Imortal que trata de um ...
  • 01.06.2020 23:30
  • O Túmulo do Mestre
    Ótimo livro para se ler num fim de semana! Li-o em duas tardes. Os capítulos não são grandes, pelo ...
  • 19.04.2020 19:03
  • O Túmulo do Mestre
    O escritor de "O Túmulo do Mestre" conseguiu os seus objectivos. Leva-nos a viver uma história muito ...
  • 18.04.2020 19:56

Últimos Tópicos

    • Há procura de opiniões
    • Boms dias a todos, Envio um inicio de livro que para aqui tenho já há talvez...
    • há 2 semanas 2 dias
    • o final tem um ritual
    • O meu ritual é uma tortura, mas pra um TOC. Eu tenho que ler o final várias e...
    • há 3 semanas 5 dias
    • Frecha
    • - Frecha, toda a magia tem um preço, sabes disso. Tens a certeza que queres...
    • há 2 meses 5 dias

Uma Pequena Palavra...

"Árvores são poemas que a terra escreve para o céu. Nós as derrubamos e as transformamos em papel para registar todo o nosso vazio."
Khalil Gibran