Autópsia [poesia reunida]

 

 

Autor: José Rui Teixeira
Género: Poesia
Coleção: elogio da sombra
Edição: Abr/2020
Páginas: 178
ISBN: 9789720033192
Editora: Porto Editora

 

 

«A poesia de José Rui Teixeira pode ser vista como uma delicadíssima soteriologia, no entanto, é ela mesma desconfiada do seu semelhante. Quero dizer, para o poeta o poema é voz tão falha quanto, também, única oportunidade de acertar, única oportunidade inequívoca de transcendência e divino. O semelhante do poema de José Rui Teixeira é Deus, essa figura sobre que precisamos de inventar tudo, desde o corpo, ao desígnio e pronúncia. Se neste poeta a ansiedade pelo divino é a constante mais visível da escrita, também é claro que a disforia inteira da vida, seu abandono e deriva, são fundamentais para entender que auscultação a Deus é esta.

Continuar...

O Doente Molière

 

 

Autor: Rubem Fonseca
Género: Romance
Edição: Abr/2020
Páginas: 96
ISBN: 9789896761554
Editora: Sextante

 

 


Palais Royal, acaba de ser representado O Doente Imaginário. No palco, Molière, que representa o papel principal, dá sinais de mal-estar. Poucas horas depois, já em casa, deitado no leito, sussurra à única pessoa que está a seu lado: «Fui envenenado.» O homem que ouve esta revelação sai em busca de um padre. Não teria sido mais adequado correr para chamar um médico?

Continuar...

No Labirinto de Outubro - Cem anos de Revolução e Dissidência

 

 

Autor: Rui Bebiano
Género: História
Edição: Abr/2020
Páginas: 358
ISBN: 9789724423326
Editora: Edições 70

 

 


No Labirinto de Outubro
aborda o impacto, a crítica e o eco histórico e simbólico da Revolução Russa de 1917 nos cem anos que se seguiram.
Ensaia uma observação do caráter polissémico daquele momento, que não se limitou a produzir um modelo de sociedade ou um novo paradigma político, mas libertou igualmente futuros hipotéticos e plausíveis, abrindo caminho a diferentes experiências, associadas, entre avanços e recuos, a um século de transformação progressista da humanidade.

Continuar...

O Marquês Barão de Alvito

 

 

Autoras: Alexandra Forjaz
Género: Ensaios
Edição: Abr/2020
Páginas: 252
ISBN: 9789895455164
Editora: Tecto de Nuvens

 

 


Apontamentos sobre a vida da última geração de titulares encartados

Monografia, sob a forma de ensaio, resultante da análise e estudo documental sobre os Barões de Alvito, nomeadamente, o último Marquês Barão de Alvito, D. José; antepassados da autora. Este trabalho de investigação da história familiar permitiu responder a algumas dúvidas sobre o destino deste património familiar, e levantou mais umas quantas questões para investigações futuras.

Continuar...

O Visconde das Camélias Carmesins

 

 

Autora: Beatriz Meireles
Género: Romance
Edição: Mar/2020
Páginas: 124
ISBN: 9789895471805
Editora: Idioteque

 

 


«Neste novo romance de Beatriz Meireles coexistem os amores e os desamores, a riqueza e a pobreza, a legitimidade e a ilegitimidade prazenteira das relações físicas e emocionais entre homem e mulher daquela época, a efémera alegria como as mais profundas e lassa tristeza que, de forma intemporal e não geográfica, sempre habitou afinal o "mais que humano em nós"».

Continuar...

Últimas Opiniões

  • O Túmulo do Mestre
    Ótimo livro para se ler num fim de semana! Li-o em duas tardes. Os capítulos não são grandes, pelo ...
  • 19.04.2020 19:03
  • O Túmulo do Mestre
    O escritor de "O Túmulo do Mestre" conseguiu os seus objectivos. Leva-nos a viver uma história muito ...
  • 18.04.2020 19:56
  • O Túmulo do Mestre
    Já li o livro há alguns anos. Foi um livro que li em dois dias, e o final deixa-nos na expectativa ...
  • 18.04.2020 16:48

Últimos Tópicos

    • Há procura de opiniões
    • Boms dias a todos, Envio um inicio de livro que para aqui tenho já há talvez...
    • há 1 semana 1 dia
    • o final tem um ritual
    • O meu ritual é uma tortura, mas pra um TOC. Eu tenho que ler o final várias e...
    • há 2 semanas 3 dias
    • Frecha
    • - Frecha, toda a magia tem um preço, sabes disso. Tens a certeza que queres...
    • há 1 mês 3 semanas
    • Frecha (Saga "Os castros")
    • "- Frecha, toda a magia tem um preço, sabes disso. Tens a certeza que queres...
    • há 1 mês 3 semanas

Uma Pequena Palavra...

"Algumas obras morrem porque nada valem; estas, por morrerem logo, são natimortas. Outras têm o dia breve que lhes confere a sua expressão de um estado de espírito passageiro ou de uma moda da sociedade; morrem na infância. Outras, de maior escopo, coexistem com uma época inteira do país, em cuja língua foram escritas, e, passada essa época, elas também passam; morrem na puberdade da fama e não alcançam mais do que a adolescência na vida perene da glória. Outras ainda, como exprimem coisas fundamentais da mentalidade do seu país, ou da civilização, a que ele pertence, duram tanto quanto dura aquela civilização; essas alcançam a idade adulta da glória universal. Mas outras duram além da civilização, cujos sentimentos expressam. Essas atingem aquela maturidade de vida que é tão mortal como os Deuses, que começam mas não acabam, como acontece com o Tempo."
Fernando Pessoa, in Heróstrato