À Mesa com o Lobo


Autor: Augusten Burroughs
Páginas: 208
Editora: Contraponto

Leia as primeiras páginas aqui

Se em Correr com Tesouras, o livro de memórias acerca da sua infância tragicómica, Augusten Burroughs cativou leitores de todo o mundo, À Mesa com o Lobo é uma prequela de Correr com Tesouras, na qual o autor recorda a figura emblemática, possante e traumática do seu pai, um alcoólico agressivo e manipulador.

Continuar...

Sono Descansado

 

 

 

 

Autor: Deepak Chopra
Páginas: 136
Editora: Pergaminho

 

 

Através de testes diagnósticos, dicas de dieta e técnicas de relaxamento Chopra cria um método comprovado para combater as insónias.
O sono saudável e equilibrado é uma componente essencial do bem-estar físico, mental e emocional. As perturbações de sono podem ter consequências gravemente danosas para a saúde, tais como elevados níveis de stresse e ansiedade, dificuldade de concentração, enxaquecas, problemas a nível do apetite, flutuações de humor e fadiga generalizada. Na verdade, nada é tão revitalizante e fortalecedor como uma boa noite de sono.

Continuar...

Sexo Romântico


Autora: Carolina Cutolo
Título original: Pornoromantica
Género: Romance / Desenvolvimento pessoal
Páginas: 168
Editora: Editorial Presença

Leia aqui um excerto do livro


Um curso por correspondência cujo tema é Sexo sem Medo, leccionado por uma jovem romana com o objectivo de libertar os seus alunos dos tabus que os inibem de viver as suas experiências eróticas e românticas sem medo. São dez lições dedicadas a tópicos escaldantes, tratados com uma adorável candura e um humor contagiante.

Continuar...

O Homem Que Trocou a Casa por uma Tulipa


Autor: Fernando Trías de Bes
Género: Ensaio de análise económica
Páginas: 200
Editora: Editorial Presença

Vencedor do Prémio TEMAS DE HOY 2009, o mais importante prémio em língua espanhola para não ficção, este é um livro bem fundamentado e essencial para compreender os mecanismos através dos quais a irracionalidade financeira contagia a economia real.

Continuar...

Lua-de-Mel em Paris

 

 

Autora: Elizabeth Adler
Edição: 2009
Páginas: 282
ISBN: 9789898228239
Editora: Quinta Essência

 

 

Paris, a cidade mais romântica do mundo, é palco de luas-de-mel de sonho e de paixões recentemente descobertas. E para Lara Lewis é o lugar onde ela e o marido viveram o amor no seu melhor. Mais de vinte anos depois, Lara deseja reacender a chama do seu casamento e planeia uma aventura romântica para os dois: reconstituir todos os momentos da sua idílica lua-de-mel em Paris e pela França, visitar os mesmos lugares, comer nos mesmos restaurantes, explorar as mesmas aldeias mágicas. Porém, quando o marido lhe diz, à última hora, que existe outra mulher na sua vida, o coração de Lara quase se estilhaça em mil pedaços.

Continuar...

Últimas Opiniões

  • Budapeste
    Este livro fala de uma profissão que muitos podem considerar ficção, mas é muito real e mais vulgar do ...
  • 18.01.2020 23:22
  • A Luz de Pequim
    Apesar de ter vários livros do autor na estante, ainda não tinha tido a oportunidade de ler qualquer ...
  • 15.01.2020 13:56
  • As Ideias Políticas e Sociais de Jesus Cristo
    Este "breve opúsculo", como o autor avisa na introdução, é um breve "mas claríssimo ensaio" sobre ...
  • 29.12.2019 19:47

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Algumas obras morrem porque nada valem; estas, por morrerem logo, são natimortas. Outras têm o dia breve que lhes confere a sua expressão de um estado de espírito passageiro ou de uma moda da sociedade; morrem na infância. Outras, de maior escopo, coexistem com uma época inteira do país, em cuja língua foram escritas, e, passada essa época, elas também passam; morrem na puberdade da fama e não alcançam mais do que a adolescência na vida perene da glória. Outras ainda, como exprimem coisas fundamentais da mentalidade do seu país, ou da civilização, a que ele pertence, duram tanto quanto dura aquela civilização; essas alcançam a idade adulta da glória universal. Mas outras duram além da civilização, cujos sentimentos expressam. Essas atingem aquela maturidade de vida que é tão mortal como os Deuses, que começam mas não acabam, como acontece com o Tempo."
Fernando Pessoa, in Heróstrato