Uma Família Inglesa

 

 

Autor: Júlio Dinis
Género: Romance
Edição: Fev/2019
Páginas: 416
ISBN: 9789897024566
Editora: Guerra & Paz

 

 


Num baile, Carlos Whitestone conhece uma misteriosa rapariga mascarada de dominó. O boémio inglês enamora-se. Quem seria? É Cecília Quintino, filha de um guarda-livros. Também ela se enamorou. Mas os problemas surgem. Será possível ultrapassar as diferenças sociais? E a vida estouvada de Carlos? Conseguirá ele regenerar-se e mostrar-se digno do amor de Cecília?

Continuar...

As Velhas

 

 

Autor: Hugo Mezena
Género: Romance
Edição: Fev/2019
Páginas: 104
ISBN: 9789897771859
Editora: Planeta

 

 


A partir de um conjunto de histórias de mulheres sem grande história, Hugo Mezena descreve, com delicadeza e mestria, as fragilidades e anseios de quem deixou de sonhar com o dia seguinte.
Um livro extremamente tocante sobre as eternas-crianças que envelhecem dentro de cada ser humano, e a forma como o Portugal moderno as trata.

Continuar...

Os três seios de Novélia

 

 

Autor: Manuel da Silva Ramos
Género: Romance
Edição: Fev/2019
Páginas: 164
ISBN: 9789898760586
Editora: Parsifal

 

 


Edição comemorativa dos 50 anos do livro que revolucionou a literatura nacional e marcou uma geração.

Os Três Seios de Novélia é um pequeno romance de amor irreal onde a rumorejante solidão de um jovem escritor o força a procurar a mulher alquímica, sua secreta nostalgia. É também uma descoberta de Lisboa, com os seus cafés, praças, ruas, avenidas, onde a promessa de qualquer mulher compensará o reles quotidiano. Esta invenção de uma mulher clara que existia efectivamente nas ruas de Lisboa de 1968, e continua a existir, é também o triunfo da literatura.

Continuar...

O Café de Lenine

 

 

Autor: Nuno Júdice
Género: Romance
Edição: Fev/2019
Páginas: 136
ISBN: 9789722066655
Editora: Dom Quixote

 

 


Uma ficção engenhosa e criativa sobre livros e escritores

Neste O Café de Lenine tudo é possível: uma solução ecológica para evitar o fim da imprensa em papel, a reabilitação das baratas a partir de um almoço com Arrabal, a descida ao último círculo do Inferno numa mina de cobre do Chile, onde Lúcifer espera por um subsídio de reintegração social, uma noite com Emma Bovary num quarto do Luxemburgo, Rousseau apontado como exemplo numa conversa entre Guerra Junqueiro e Lenine num café de Berna, a procura infrutífera de combates no campo de Waterloo atrás de Fabrice del Dongo, fugido da Cartuxa de Parma de Stendhal.

Continuar...

Os Falcões do Biafra

 

 

Autor: Fernando Cavaleiro Ângelo
Género: História de Portugal
Edição: Fev/2019
Páginas: 336
ISBN: 9789897800665
Editora: Casa das Letras

 

 

 

O envolvimento secreto de Portugal na Guerra Civil da Nigéria (1967-1970)
A história de como Salazar, resolutamente e com grande secretismo, apoiou os independentistas do Biafra na sangrenta Guerra Civil da Nigéria (1967-1970). Das razões da comunidade internacional se ter dividido entre o apoio ao governo nigeriano dado pelos ingleses (ex-colonizadores), americanos e soviéticos, e o apoio à causa biafrense prestado pelos portugueses, franceses e pelo Vaticano.

Continuar...

Últimas Opiniões

  • A Última Ceia
    Islamismo, Judaísmo, Cristianismo... O que se segue? Depois da trilogia "O Espião Português", Nuno ...
  • 03.03.2019 20:18
  • Seja Feita a Tua Vontade
    Seja feita a tua vontade é um romance, mas, ao mesmo tempo, uma reflexão sobre a nossa sociedade atual ...
  • 21.02.2019 18:05
  • A Noite Passada
    Este livro é o meu primeiro contacto com a autora, porque não a conheço pessoalmente, nem li qualquer ...
  • 24.01.2019 23:01

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Algumas obras morrem porque nada valem; estas, por morrerem logo, são natimortas. Outras têm o dia breve que lhes confere a sua expressão de um estado de espírito passageiro ou de uma moda da sociedade; morrem na infância. Outras, de maior escopo, coexistem com uma época inteira do país, em cuja língua foram escritas, e, passada essa época, elas também passam; morrem na puberdade da fama e não alcançam mais do que a adolescência na vida perene da glória. Outras ainda, como exprimem coisas fundamentais da mentalidade do seu país, ou da civilização, a que ele pertence, duram tanto quanto dura aquela civilização; essas alcançam a idade adulta da glória universal. Mas outras duram além da civilização, cujos sentimentos expressam. Essas atingem aquela maturidade de vida que é tão mortal como os Deuses, que começam mas não acabam, como acontece com o Tempo."
Fernando Pessoa, in Heróstrato