Português Suave

Autora: Margarida Rebelo Pinto
Género:
Romance
Edição: Jul/2020
Páginas: 308
ISBN: 9789897244681
Editora: Clube do Autor

 

 

Um segredo guardado desde o tempo do Salazar. A saga de três gerações de mulheres em busca da verdade.
A vida é traiçoeira, faz fraquejar os mais fortes nos momentos mais inesperados.
Português Suave um dos mais icónicos romances da escritora Margarida Rebelo Pinto, está de regresso às livrarias nacionais. Nas suas páginas encontramos um segredo desde o tempo de Salazar e a tenacidade de três gerações de mulheres em busca da verdade.

Na década de quarenta, Mercês Perestrello é dada como louca e afastada dos seus filhos. Nos anos sessenta, as gémeas Maria Teresa e Maria Luísa seguem caminhos opostos em busca da felicidade. Quarenta anos depois, as primas Leonor e Naná desvendam segredos nunca antes imaginados. São três gerações de mulheres a desafiar os brandos costumes, mas apenas uma a descobrir a verdade.
Num país em que a prudência aconselha a seguir a máxima uma coisa de que não se fala não existe, a vontade de subverter todas as regras irá mudar o destino de uma família.

Desta autora no Segredo dos Livros:
Minha Querida Inês
Vem Voar Comigo
Antes Que Seja Tarde
O Meu Amor Existe
Mariana, meu amor
O Amor é Outra Coisa

Autor – Margarida Rebelo Pinto

Autora:

Margarida Rebelo Pinto nasceu em Lisboa em 1965. Formou-se em Línguas e Literaturas Modernas na Universidade de Lisboa e desde cedo colaborou em vários órgãos de comunicação social, trabalhou como copy-writer e escreveu guiões para cinema e televisão.
O seu primeiro livro, Sei lá, publicado em 1999, foi um dos maiores sucessos de vendas em Portugal, atingindo números de vendas pouco usuais para o país. Os seus títulos seguintes rapidamente alcançaram um êxito similar. A sua obra literária é composta por romances, livros de crónicas e pequenas ficções e livros infantis.

Visite a página da autora no Facebook

0 comentários
0 likes
Anterior: Esta história (também) é tua – Livro de históriasSeguinte: Espírito de Baobá

Comentar