Sangue Fresco

FaceBook  Twitter  

 

 


Autora: Charlaine Harris
Saga: Sangue Fresco (Vol. 1)
Páginas: 272
ISBN: 9789896371180
Editora: Saída de Emergência

 

 


Uma grande mudança social está a afectar toda a humanidade.
Os vampiros acabaram de ser reconhecidos como cidadãos. Após a criação em laboratório, de um sangue sintético comercializável e inofensivo, eles deixaram de ter que se alimentar de sangue humano. Mas o novo direito de cidadania traz muitas outras mudanças…

Sookie Stackhouse é uma empregada de mesa numa pequena vila de Louisiana. É tímida, e não sai muito. Não porque não seja bonita – porque é – mas acontece que Sookie tem um certo “problema”: consegue ler os pensamentos dos outros. Isso não a torna uma pessoa muito sociável.
Então surge Bill: alto, moreno, bonito, a quem Sookie não consegue ouvir os pensamentos. Com bons ou maus pensamentos ele é exactamente o tipo de homem com quem ela sonha. Mas Bill tem o seu próprio problema: é um vampiro. Para além da má reputação, ele relaciona-se com os mais temidos e difamados vampiros e, tal como eles, é suspeito de todos os males que acontecem nas redondezas. Quando a sua colega é morta, Sookie percebe que a maldade veio para ficar nesta pequena terra de Louisiana.
Aos poucos, uma nova subcultura dispersa-se um pouco por todos os lados e descobre-se que o próprio sangue dos vampiros funciona nos humanos como uma das drogas mais poderosas e desejadas. Será que ao aceitar os vampiros a humanidade acabou de aceitar a sua própria extinção?

Leia aqui um excerto do livro.

Clique aqui para ver o vídeo promocional deste livro.

A editora Saída de Emergência, vai começar a lançar dia 9 de Abril os livros desta autora pela colecção Bang.  O 1º livro chama-se "Sangue Fresco". Em Julho irá sair o 2º volume. É composta por 8 livros até ao momento, sendo que o 9.º sai em Maio:
1. Sangue Fresco
2. Living Dead in Dallas
3. Club Dead
4. Dead to the World
5. Dead as a Doornail
6. Definitely Dead
7. All Together Dead
8. From Dead to Worse
9. Dead and Gone (Maio 2009)

Autora:

Charlaine Harris escreve romances de mistério. Vive no Sul do Arkansas com o marido, três filhos, dois cães, dois furões e um pato. Leitora ávida, cinéfila  moderada e halterifilista ocasional, o seu passatempo preferido é incentivar os filhos em desportos variados, instalada em bancadas desconfortáveis.

Saiba mais sobre a autora e a sua obra em www.charlaineharris.com

Comentários  

 
#9 Vanessa Montês 2010-08-18 22:16
Comecei a ler este livro, pois já tinha visto a 1ª temporada da série “True Blood” e simplesmente adorei!

O livro é diferente, menos adulto e focado mais num público adolescente, tendo menos umas personagens encontradas na série que, por sinal, eu adorava, mas isso não quer dizer que não tenha gostado do livro. Embora estivesse à espera de algo mais, provavelmente devido ao meu fascínio pela série, não deixei de o adorar e, sem dúvida, que tem o seu encanto próprio.

Recomendado para um público mais jovem que adora livros com vampiros, mas que dá para ler em qualquer idade.
 
 
#8 Catrina 2010-01-29 09:45
Devo confessar que comecei a ler este livro com algumas reticencias ... que afinal não se fundamentaram, porque fiquei uma fã desta saga. Gostei muito do evoluir das duas personagens principais, ao longo da história, assim como o mistério que envolve outras. Mal posso esperar para ler o próximo livro, que já está a caminho !
 
 
#7 Ataner 2009-08-17 11:17
Embora o imaginário dos vampiros seja um fascinio meu, tenho que confessar que poucos livros tinha lido sobre o tema. As comparações com a saga da Luz e da Escuridão são inevitáveis, embora os livros não sejam de todo parecidos.
Gostei a ideia de integração que este livro trouxe, bem como do aspecto mais sombrio destes vampiros. Inicialmente custou-me a entrar na história, possivelmente porque nos apresentam muitas personagens com um papel mais secundário logo de inicio, o que causa alguma confunsão.
Gostei do aspecto rapido da narrativa, embora a Sookie que irritasse nalguns momentos. ;-)
Fiquei muito curiosa quanto à serie de TV (que de certeza espreitarei assim que possivel) e quanto à continuação da série.
 
 
#6 Roberta Gonçalves 2009-07-24 18:59
Resolvi ler esta aventura porque gostei bastante da Saga da Luz e da Escuridão ;-) mas a verdade é que não tem nada a ver!!!
Em "Sangue Fresco" os Vampiros fazem parte da sociedade, não são muito bem vistos mas tentam integrar-se. É óbvio que comecei logo a estabelecer algumas comparaçãos entre os personagens de um e outro livro... mas também não têem nada a ver :-)
Gostei bastante desta nova prespectiva de uma sociedade com os vampiros a passear pela rua e a entrar num bar e a pedir uma garrafinha de sangue sintético! Confesso que estranhei um pouco de inicio: os metamorfos 8só aparecem no fim), telepatas, os vampiros os vampirófilos... personagens muito diversificadas que se vão completando :P mas vale mesmo a pena, só falta um pouco mais de acção.
Estou desejosa de continuar a leitura do 2º Volume (Dívida de Sangue) que também já saiu!
Se ainda não leram aproveitem agora nas férias de Verão ;-) sempre se dão umas boas gargalhadas!!!
 
 
#5 Júlia 2009-07-21 12:13
Mal saiu este livro fui a correr comprar/ler, estava em pulgas, mas de facto foi só isso porque a cada virar de página esperava que houvesse mais e mais e isso não aconteceu. Fiquei um pouco desiludida, mas não vou desistir assim que tiver oportunidade vou ler o próximo a ver que tal.
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Hugo Chávez, o colapso da Venezuela
    Gosto de estar bem informado e não fazer juízos sem conhecimento de causa. O governo da Venezuela tem ...
  • 02.09.2019 14:09
  • Autobiografia
    "Autobiografia" , o novo romance de José Luís Peixoto, é o 3º livro que leio deste autor. Os anteriores ...
  • 18.08.2019 17:41
  • A Dama do Quimono Branco
    Com este volume, termina a saga do Samurai Negro, constituída por uma trilogia de romances históricos ...
  • 29.07.2019 17:54

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Com os livros aprenderia sempre, porque as pessoas, as pessoas de prestígio, punham o melhor de si próprias em livros. Os livros eram uma destilação das pessoas."
Pearl S. Buck, in A Eterna Demanda