Silvana

Autora: Cristina Cosme
Género: Romance
Edição: Out/2020
Páginas: 208
ISBN: 9789896169916
Editora: Gradiva

 

 

Prémio Literário Agustina Bessa-Luís 2019
Uma geração marcada por uma educação austera e paternalista vê-se impelida a gerir o obscurantismo do passado com uma nova visão do mundo e a nova liberdade oferecida.
Afonso é um homem atormentado, exemplo da incapacidade de encontrar o equilíbrio entre os dois opostos. Silvana enfrenta um relacionamento cruciante fruto desse desajuste e regenera-se, delineando um plano dinâmico, com o qual terá reveses e glórias. A história sem sentido de Bruneida, personagem ambígua, mensageira de um destino incauto ou perverso, apenas a distrai e retarda o seu intento. O encontro com Bártolo remete-nos para o leitmotiv do seu futuro. Silvana é o fio condutor da narrativa que concentra a essência da sua temática – o desafio em transpor o que se proclama impossível.
Um olhar sobre a natureza humana, os sobressaltos da vida, o sofrimento, a vontade de ser ator do seu próprio destino. E o amor, nas suas várias facetas. E o futuro, capaz de descolar-se do passado. Ou conceder-lhe uma nova leitura.
De acordo com o júri do Prémio Literário Agustina Bessa-Luís, este é «um romance que articula, com desenvoltura, o jogo de prudências e astúcias das relações humanas».

Cristina Cosme

Cristina Cosme, natural de Lisboa, nasceu a 24 de julho de 1949. Licenciou-se em Filologia Germânica na Faculdade de Letras de Lisboa e foi professora do Ensino Secundário.
Na Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva e na Sociedade Nacional de Belas-Artes estudou Pintura e História de Arte, tendo apresentado os seus trabalhos em exposições individuais e coletivas no país e no estrangeiro. Escreve desde a infância. Recebeu prémios de conto e poesia.
Silvana é o seu primeiro romance. «A escrita é a estética da palavra ao serviço das ideias e do pensamento, é prazer e reflexão para quem escreve e também para quem lê, para os amantes da literatura que veem e vislumbram o que antes não viram ou não foi dito. Nunca saberemos o que virá depois desse prazer e desse pensar», afirma Cristina Cosme.

0 comentários
0 likes
Anterior: História Global de Portugal – LançamentoSeguinte: De Mao a Xi – O ressurgimento da China

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados