Sombras da Noite

FaceBook  Twitter  

 

  

 

Autora: Andrea Cremer
Edição: Jun/2012
Páginas: 464
ISBN: 9789722524650
Editora: Bertrand

 

 


Ela controla a sua matilha, mas não o seu coração.

Calla é a fêmea alfa de uma matilha de lobos que mudam de forma. Está destinada a casar com Ren Laroche, o macho alfa de outra matilha. Juntos, seriam os futuros líderes e protegeriam os lugares sagrados dos Guardiões. Mas depois, Calla salva um belo jovem humano, que conquista o seu coração. Calla começa a questionar tudo – o seu destino, a sua existência, o seu mundo e as ordens dos Guardiães. Terá de fazer uma escolha. Mas será que seguirá o seu coração se para isso tiver de perder tudo, incluindo a própria vida?

 «Sexy e emocionante» Becca Fitzpatrick, autora de Hush, Hush.

Trilogia Nightshade:
Este é o 1º volume de uma trilogia e teve a sua publicação original em outubro de 2010. O volume Wolfsbane foi editado em julho de 2011 e Bloodrose em janeiro de 2012. Entretanto, a autora escreveu uma préquela que vai ser editada em agosto com o nome de Rift. Está também prevista a publicação de uma segunda prequela com o nome Rise na primavera de 2013.
Saiba mais no site oficial desta série: www.nightshadebook.com

Autora:

Andrea Cremer cresceu no Wisconsin, onde passeava sonhadora pelas florestas e lagos da região. Fez o doutoramento em história moderna; a bruxaria e a guerra foram os temas escolhidos para a sua tese. Vive no Minnesota com o marido, dois cães e um periquito.

Saiba mais em www.andreacremer.com

Comentários  

 
#4 sofia 2012-11-24 21:27
Um livro por demais cativante que nos obriga, logo nas primeiras frases, a continuar da leitura até ao final.
Li-o de um só fôlego e confesso que fiquei um pouco frustrada com um final que nos promete a continuação e onde tudo fica em aberto.
Apesar de considerar que, no fundo, se trata de mais uma história de amor, esta foi dissimulada no meio de uma trama e personagens extremamente interessantes que prende os leitores e os faz querer saber mais.
 
 
#3 Maria João 2012-10-27 23:18
Será que sou só eu que detesto sagas, trilogias e afins? Fico em pulgas para saber a continuação ou, pior ainda, o desfecho. E, mais uma vez, foi o que aconteceu com este livro. Estava de tal forma entusiasmada a ler, que nem me lembrei de que este era só o primeiro livro, quando, de repente, eis que o livro termina. Defeitos, só tenho a apontar um, na minha opinião: mais um triângulo amoroso. Parece que viraram moda todas estas indecisões.

Vou esperar que todos os volumes sejam editados em Portugal, para não ter mais nenhuma saga a meio, antes de o comprar. Mas espero realmente que sejam publicados.
 
 
#2 Inês Santos 2012-08-29 16:33
Achei tudo muito inocente, com muitas regras e muitos segredos. Estes últimos foram do que mais gostei, porque, apesar de, no início, ser um pouco confuso e da história ser um pouco elástica, as pistas vão-nos sendo deixadas (a cruz no título ou os triângulos, como exemplos visuais), tal como as explicações, e, por isso, quando tudo se vai compondo, vamos gostando cada vez mais da história.
Adorei o início, quando Calla salva o humano, mas não gostei da história ser sobre um trio amoroso. Sinceramente, já estou um pouco farta. Quando comecei a ler, pensei que Ren ia ser mais um mau da fita, mas, quando me apercebi de que, afinal, não e que ela ia gostar dos dois da mesma maneira, tive que franzir o nariz, porque estas indecisões, tanto da personagem feminina como minhas, tornam o livro mais enervante.
Lobos são a minha perdição.
Tive pena da escritora não inserir os POV's do Ren ou até do Shay. Gostei muito das personagens principais e penso que aqui podemos encontrar um equilíbrio numérico de personagens de boa e de má índole!
Gostei dos separadores de capítulos, apesar de achar que é um pouco para encher. Podiam ter feito como marca de papel na primeira página de cada capítulo que ficava igualmente bem, se não melhor.
Não gostei de algumas falhas, como naquela cena em que Shay tem o haldis numa mochila, mas depois eles transformam-se e voltam-se a transformar, e a mochila... transforma-se com eles?!
Para primeiro volume, está bastante bem, porque há aquele entusiasmo nas vários lutas, há romance que chegue para dar e vender, há variedade de personagens. Mas a idade destas e o cenário de liceu torna o meio do livro muito semelhante a livros mais juvenis, melhorando na última parte, quando o dia D começa a aproximar-se e podemos "assistir" a todas aquelas reviravoltas.
Espero que os próximos volumes sejam tão activos como este e que certas personagens voltem a aparecer, algumas com muito mais frequência.

Team Ren =)
 
 
#1 Inês Santos 2012-08-26 15:31
Nunca tinha lido um livro tão compulsivamente . Ontem, durante a viagem que fiz, li 300 páginas e nunca nada me soube tão bem.

Este livro relata a história de Defensores que assumem a forma de lobos, para patrulharem as montanhas. Calla e Ren são alfas de duas alcateias diferentes, mas que estão destinados a casar, para juntos chefiarem uma nova alcateia, a Haldis. Calla sabe disto, sempre soube e sempre aceitou. Contudo, durante uma patrulha, encontra Shay que tinha sido atacado por um urso e se encontrava às portas da morte. Calla faz o que não deve, transforma-se à sua frente e salva-o. Sentiu necessidade disso e continua a sentir necessidade de estar com ele, ou pelo menos vê-lo, mas sabe que isso é errado. Forma-se um triângulo amoroso entre Shay, Calla e Ren, e a segunda não sabe o que fazer. Gera-se um monte de descobertas inacreditáveis que fazem Calla duvidar acerca de qual será o caminho a seguir: o caminho do amor ou o caminho do dever.

Não conhecia de todo este livro. Nunca tinha ouvido falar desta escritora. Contudo, ela encantou-me e, desde que descobri que este é o primeiro livro de uma série de quatro, ando a rezar para que a Bertrand publique os outros três. É uma história realmente empolgante que daria um bom filme.

Quando li a sinopse, achei que ia ser uma espécie de "Crepúsculo", mas é muito, muito melhor. A lealdade, o amor, a amizade estão presentes ao longo de toda a obra e não há como não se apaixonar pela história que se desenrola à volta de Shay e Calla. O amor proibido destes dois torna tudo muito mais interessante.

Não tenho defeitos a apontar a este livro: a escrita é simples e pouco descritiva (o que torna o livro de fácil leitura) e a história é simplesmente apaixonante, do início ao fim. Espero, sinceramente, vir a ler os restantes livros desta saga.

Como é mais do que óbvio: aconselho muito, muito esta leitura!
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Hugo Chávez, o colapso da Venezuela
    Gosto de estar bem informado e não fazer juízos sem conhecimento de causa. O governo da Venezuela tem ...
  • 02.09.2019 14:09
  • Autobiografia
    "Autobiografia" , o novo romance de José Luís Peixoto, é o 3º livro que leio deste autor. Os anteriores ...
  • 18.08.2019 17:41
  • A Dama do Quimono Branco
    Com este volume, termina a saga do Samurai Negro, constituída por uma trilogia de romances históricos ...
  • 29.07.2019 17:54

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Começada um dia a leitura, impõe-se levá-la até ao fim. Assim me educaram e nessa pertinência me reconheço. Propus-me um livro? Há que lê-lo!"
Mário de Carvalho in Um deus passeando pela brisa da tarde