Tudo Vale no Amor

FaceBook  Twitter  

 

 

Autora: Eloisa James
Edição: Mai/2016
Páginas: 360
ISBN: 9789897414848
Editora: Quinta Essência

 

 

 

Ela nunca imaginou que um escândalo podia ser delicioso...
Theodora Saxby é a última mulher que alguém espera que case com o belo James Ryburn, herdeiro do ducado de Ashbrook. Mas depois de uma proposta romântica diante do próprio príncipe, até a prática Theo fica convencida da paixão do seu futuro duque. Ainda assim, os tabloides dão ao casamento apenas seis meses. Theo ter-lhe-ia dado uma vida inteira... até que descobre que James deseja não o seu coração e, certamente não o seu corpo, mas o seu dote.

A sociedade ficou chocada com o casamento, mas está escandalizada com a sepração. James vai para o mar, onde se torna um famoso pirata, e Theo transforma a sua propriedade num negócio florescente. Regressado dos mares, com a tatuagem escandalosa de uma papoila debaixo de um olho, James enfrenta agora a batalha da sua vida: convencer Theo de que amava o patinho que desabrochou num cisne. Theo irá descobrir rapidamente que para um homem com a alma de um pirata, tudo vale no amor - ou na guerra.

Desta autora no Segredo dos Livros:
Duas Irmãs, um Duque
Milagre de Amor
O Beijo Encantado
Paixão Numa Noite de Inverno

Autora:

Autora de vários romances premiados, publicados em treze línguas, Eloisa James é professora de Literatura Inglesa em Nova Iorque, onde vive com a família. Com dois empregos, dois gatos, dois filhos, e um só marido, passa a maior parte do tempo a escrever listas de coisas a fazer – as cartas das leitoras são um grande escape!

Pode contactar Eloisa na sua página do Facebook (www.facebook.com/EloisaJames), através do seu website (www.eloisajames.com), ou por correio eletrónico ( Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ).

Comentários  

 
#1 carla duque 2017-03-06 15:23
Foi o primeiro livro que li desta autora e o que posso dizer é que é um livro que tem de tudo, isto é, romance, ação, aventura, drama e muito boa disposição.

A autora utiliza uma escrita fluída e, começada a leitura, não dá vontade de parar. Conta-nos a história de Theodora (Daisy) e de James, os quais criaram entre si uma amizade forte, desde que eram crianças, e que só será abalada por causa do pai de James. Este, através de dívidas contraídas, irá fazer com que a vida dos dois protagonistas seja alterada.

A Theodora/Daisy é-nos retratada como sendo uma mulher muito forte, que procura fugir às regras impostas na época, nomeadamente no que diz respeito ao sexo feminino. Sendo apontada por toda a sociedade, devido à sua falta de beleza, sabe muito bem dar a volta, tornando-se respeitada. Uma personagem que me agradou e muito.

Em relação ao James, acabei por simpatizar com ele, embora, no início, o tivesse achado um pouco cobarde, pois, quando tem que se separar de Theo (por imposição desta), segue o seu rumo com muita facilidade, enveredando por uma vida de pirataria. Por fim, acaba por surpreender e por fazer tudo para ficar com a sua amada.

Agradou-me bastante a forma como as personagens vão crescendo ao longo da história, assim como esta. No início do livro, achei que este era um pouco superficial, mas, passados os primeiros capítulos, apercebi-me de que estava perante um livro que me iria agradar bastante e que, no final de o ler, iria ter pena de ter acabado.

Aos que gostam deste género de literatura recomendo a leitura deste livro.

Quanto a mim, irei estar atenta a futuras publicações desta autora.
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Limões na Madrugada
    Carla M. Soares fez uma pausa nos romances históricos (que espero não passe de uma breve pausa) para ...
  • 02.12.2017 13:57
  • Ramalho Eanes: O Último General
    Para comentar este livro, tenho de distinguir o tema e a fidelidade à realidade histórica, da forma como ...
  • 28.11.2017 22:57
  • Bala Santa
    A nova edição foi o pretexto para, finalmente, conseguir arranjar tempo para ler este livro do saudoso ...
  • 24.11.2017 17:01

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Era uma vez uma mulher cujo ofício era contar histórias. Andava por todo o lado oferecendo a sua mercadoria, relatos de aventuras, de suspense, de horror ou de luxúria, tudo a um preço justo. Num meio dia de agosto encontrava-se no centro de uma praça quando viu avançar na sua direção um homem (...) És tu a que conta histórias?, perguntou o estrangeiro. (...) Então vende-me um passado, porque o meu está cheio de sangue e de lamentos e não me serve para percorrer a vida."
Isabel Allende
in Eva Luna