Uma Aposta Perversa

Autora: Emma Wildes
Género: Romance
Edição: Set/2009
Páginas: 352
ISBN: 9789896570248
Editora: Planeta

 

 

Lady Caroline Wynn é a última mulher que alguém esperaria que se oferecesse. Uma viúva respeitável com uma reputação de gelo, lady Caroline mantém-se firmemente fora do mercado de casamento. Pode não desejar outro marido, mas o seu breve casamento deixou-a com algumas perguntas escandalosas sobre o acto de fazer amor.
Se o conde e o duque concordarem em manter secreta a identidade dela, lady Wynn decidirá qual dos dois detém a maior mestria entre os lençóis. Mas, para surpresa de todos, o que começa como uma proposta indelicada transforma-se numa espantosa lição de amor eterno…

Autor – Emma Wildes

Autora:

Emma Wildes cresceu a devorar livros e a escrita nasceu naturalmente. A autora costuma dizer que adora escrever porque adora ler. Estudou na Universidade de Illinois e é licenciada em Geologia. Vive em Indiana com o marido e três filhos.
Foi a autora n.º 1 Fictionwise, WisRWA Reader’s Choice Award, vencedora na categoria de Romance Histórico em 2006 do Loriest Best Published, e em 2007 vencedora do Eppie para o melhor romance erótico.

Saiba mais em www.emmawildes.com

5 comentários
0 likes
Anterior: Cassandra ClareSeguinte: Os Olhos Amarelos dos Crocodilos

Comments

  • Inês Santos

    Fevereiro 23, 2012 at 18:19
    Reply

    Gostei e gostei! Começou de forma um pouco confusa, mas a culpa foi minha, porque li por alto a última página e depois fiquei toda baralhada, pensando que fulano ia ficar com sicrana e, afinal, não tinham nada em comum.Gostei também do facto de Emma Wildes continuar a deslumbrar-me com os seus duques e as suas ladys, as suas charretes e os seus bailes. Tudo me parece tão real e deslumbrante, e o romance, amor e amizade que envolve tudo é quase palpável. Sem dúvida que vou continuar a seguir esta escritora e espero poder, no futuro, recuperar e até […] Ler Mais...Gostei e gostei! Começou de forma um pouco confusa, mas a culpa foi minha, porque li por alto a última página e depois fiquei toda baralhada, pensando que fulano ia ficar com sicrana e, afinal, não tinham nada em comum.Gostei também do facto de Emma Wildes continuar a deslumbrar-me com os seus duques e as suas ladys, as suas charretes e os seus bailes. Tudo me parece tão real e deslumbrante, e o romance, amor e amizade que envolve tudo é quase palpável. Sem dúvida que vou continuar a seguir esta escritora e espero poder, no futuro, recuperar e até comprar todas as suas obras, para assim poder reler tudo novamente e fantasiar com um duque de Rothay ou de Manderville só para mim.Em relação à história mais detalhadamente, esta resume-se a um dois em um. De início, temos a tal aposta indecente que nos mostra toda a sociedade mexeriqueira, onde não são só as mulheres que sussurram e comentam, mas também os homens que levam tudo muito mais a sério, incluindo apostas em quem sairá vencedor.A introdução do livro, na qual lady Caroline conhece o conde e o duque e fica a saber da sua aposta, é bastante engraçada. Está carregada de sedução. O primeiro encontro entre os três está coberto de suspense, não só pelas revelações, mas também pelas reacções.O único ponto negativo foi talvez a história de lady Caroline que a leva a entrar neste trio. Ela repete-se muitas vezes, o que torna a nossa compaixão e empatia em indiferença. Mas, em contrapartida, todo o envolvimento da família Wynn contribui para a introdução de um pouco mais de acção e coragem, principalmente feminina. Read Less

  • Carla Faleiro

    Setembro 14, 2011 at 9:48
    Reply

    Tanto Nicholas como Derek podem fazer parte do imaginário romântico de qualquer mulher... bonitos, inteligentes e ricos. Além de... apaixonados!!Apaixonados!! Impensável para estes dois amigos com fama de libertinos. No entanto, o impossível acontece, embora eles não o queiram de todo admitir.Caroline e Annabel são as duas belas mulheres que conquistam o coração dos personagens. Pelo meio, encontramos os deliciosos tios de Derek, Thomas e Margaret e muitas alcoviteiras...É o primeiro livro que leio desta autora à qual me rendi. A estória é deliciosamente romântica, os personagens são deliciosamente românticos, a época é propicia a escândalos e muita paixão. É […] Ler Mais...Tanto Nicholas como Derek podem fazer parte do imaginário romântico de qualquer mulher... bonitos, inteligentes e ricos. Além de... apaixonados!!Apaixonados!! Impensável para estes dois amigos com fama de libertinos. No entanto, o impossível acontece, embora eles não o queiram de todo admitir.Caroline e Annabel são as duas belas mulheres que conquistam o coração dos personagens. Pelo meio, encontramos os deliciosos tios de Derek, Thomas e Margaret e muitas alcoviteiras...É o primeiro livro que leio desta autora à qual me rendi. A estória é deliciosamente romântica, os personagens são deliciosamente românticos, a época é propicia a escândalos e muita paixão. É de facto um livro muito bonito, de leitura leve, sem descrições desnecessárias. Continuarei a seguir esta autora e quem ainda não leu este livro, está a perder qualquer coisa... Read Less

  • Vanessa Montês

    Agosto 17, 2010 at 0:26
    Reply

    Belo e muito sensualLady Caroline é conhecida pela sua beleza sem igual, mas também pela sua frieza relativamente a qualquer homem que a corteje. Derek, conde de Manderville, e Nicholas, duque de Rothay, são dois libertinos que numa noite demasiado festiva fazem uma aposta idiota para ver qual deles será o melhor amante.A acção desta história passa-se em pleno séc. XIX, uma época em que, se um homem tinha mais que uma mulher, era admirado e, se uma mulher tinha mais que um homem, era uma rameira. É neste ambiente que vamos conhecendo as personagens e percebendo que estas nada […] Ler Mais...Belo e muito sensualLady Caroline é conhecida pela sua beleza sem igual, mas também pela sua frieza relativamente a qualquer homem que a corteje. Derek, conde de Manderville, e Nicholas, duque de Rothay, são dois libertinos que numa noite demasiado festiva fazem uma aposta idiota para ver qual deles será o melhor amante.A acção desta história passa-se em pleno séc. XIX, uma época em que, se um homem tinha mais que uma mulher, era admirado e, se uma mulher tinha mais que um homem, era uma rameira. É neste ambiente que vamos conhecendo as personagens e percebendo que estas nada têm haver com o seu exterior. Cada personagem tem o seu próprio fantasma pessoal e todos tentam lutar contra ele da melhor maneira possível. Descobrimos assim as razões para as suas atitudes, desde maridos frios a amores passados traumáticos, passando por paixões que a sociedade considera erradas.Um romance muito bom que nos retrata a sociedade e o amor da época e até mesmo os desamores, mas que acaba por nos mostrar que o amor é algo intemporal! Read Less

  • Fátima Rodrigues

    Julho 14, 2010 at 14:03
    Reply

    Quente e sensual.Adorei este livro. Tem uma história consistente e mesmo com alguma profundidade, aliada a uma enorme dose de romance e erotismo. Neste livro surgem-nos dois boémios da nobreza que não pensam em assentar na vida. Ambos fogem ao amor por diferentes motivos: um não consegue aceitar que ama a pupila do seu tio e o outro não consegue ultrapassar o trauma do seu primeiro amor, em que foi traído. Num dia de grande bebedeira, decidem apostar em qual deles é o melhor na cama. E assim surge o problema de precisarem de uma juiza. Quem se vai oferecer […] Ler Mais...Quente e sensual.Adorei este livro. Tem uma história consistente e mesmo com alguma profundidade, aliada a uma enorme dose de romance e erotismo. Neste livro surgem-nos dois boémios da nobreza que não pensam em assentar na vida. Ambos fogem ao amor por diferentes motivos: um não consegue aceitar que ama a pupila do seu tio e o outro não consegue ultrapassar o trauma do seu primeiro amor, em que foi traído. Num dia de grande bebedeira, decidem apostar em qual deles é o melhor na cama. E assim surge o problema de precisarem de uma juiza. Quem se vai oferecer é uma surpresa para ambos, visto ser uma lady viúva com fama de fria e distante e com um passado duro e traumático... mas será que a aposta irá para a frente? Será que não é a altura certa para se ultrapassarem os traumas e alcançar o verdadeiro amor? Read Less

  • Vera Mouta

    Julho 13, 2010 at 23:10
    Reply

    Eu já li este livro há uns tempinhos e adorei.Para quem gostar do género de romance histórico / de época é muito giro.É sobre uma aposta que 2 amigos fazem numa altura em que estão embriagados e depois têm de arranjar uma mulher que esteja disposta a dizer qual dos 2 é o melhor amante. Surge uma mulher, que ninguém esperaria que se propusesse a esse papel e, a partir daqui, vamos ver quem ela escolhe e o porque de se ter sujeito a esse papel.

Comentar