Uma Campanha Americana. Humberto Delgado e as presidenciais de 1958

FaceBook  Twitter  

 

 

Autora: Joana Reis
Género: História de Portugal / Política
Edição: Set/2019
Páginas: 296
ISBN: 9789896715014
Editora: Tinta da China

 

 


Toda a história da campanha presidencial de Humberto Delgado: a maior ameaça democrática que o Estado Novo enfrentou

Em 1958, em plena ditadura, as eleições preparavam-se para ser mais uma encenação para manter aparências. Mas, ao contrário do que Salazar desejaria, a corrida para a Presidência da República foi um agitar sem precedentes das águas paradas do Estado Novo: Humberto Delgado, um homem do regime e militar no activo, juntou-se à oposição e candidatou-se, apesar da censura, das intimidações da PIDE e do desfecho previsível e condicionado nas mesas de voto.

Influenciado pelos anos que viveu nos EUA, o «General sem Medo» lançou-se numa campanha com um profissionalismo comunicacional inédito no país, de aproximação às pessoas, com slogans e soundbites que perduraram muito além do período eleitoral - como «Obviamente, demito-o» ou «o medo acabou» -, e encheu praças e auditórios pelo país numa onda de entusiasmo democrático há muito apagado.
Como este livro reconstitui, a campanha de Humberto Delgado foi um verdadeiro «terramoto político», e a maior ameaça que o Estado Novo enfrentou nos seus 40 anos de existência.

Autora:

Joana Reis (1980) nasceu em Sintra. É doutorada em Ciências da Comunicação pela Universidade Católica Portuguesa e mestre em Ciência Política e Relações Internacionais pela mesma instituição. É jornalista de política na TVI desde 2003 e, desde 2017, apresentadora do programa Ephemera – Objectos com História na TVI24. Já publicou as obras A Ruptura de Francisco Sá Carneiro com Marcello Caetano (2010), Melo e Castro: O Provedor que dizia sim à democracia (2013) e Breve História do Partido Comunista Português (2019).

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • A Morte do Papa
    Depois de ter lido todos os livros anteriores de Nuno Nepomuceno, este foi o primeiro em que tive ...
  • 24.02.2020 00:22
  • Pão de Açúcar
    Faz agora em fevereiro catorze anos que se deu um acontecimento que apaixonou o País e deixou os ...
  • 02.02.2020 22:44
  • Budapeste
    Este livro fala de uma profissão que muitos podem considerar ficção, mas é muito real e mais vulgar do ...
  • 18.01.2020 23:22

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Começada um dia a leitura, impõe-se levá-la até ao fim. Assim me educaram e nessa pertinência me reconheço. Propus-me um livro? Há que lê-lo!"
Mário de Carvalho in Um deus passeando pela brisa da tarde